TubersūüĎć

Categoria do Grupo:
Youtubers
Infoma√ß√Ķes:
Grupo postado em 19/11/2019 com 171 visualiza√ß√Ķes e pontua√ß√£o de 104 pontos.

Descrição do Grupo:
Pessoal entra lá só entretenimento Link do youtube difulgar o E o grupo é sobre meu canal certo conto com vcs vamos lotar o grupo pfv Aqui no Solion Linkgrupos você encontra os melhores grupos para WhatsApp. Em nosso aplicativo você também encontra muitos grupos para telegram, três idiomas muita amizade, namoro, paquera, jogos e desenhos.

Outros Grupos:

...

ūüíłūüé•-Youtube-ūüéěÔłŹūüíł

Meninas Do Youtubers‚̧ԳŹūüėćūüíĀ

JEY XAN

DIVULGAÇÃO DE CANAL

Brawl star (YouTubers)ūüáßūüá∑

Equipe de edição

Canal Crislan B.HūüĎćūü§Ě

‚̧ԳŹYoutubers Amizades‚̧ԳŹ

YouTube fiel ‚úÖ

VLG GamesTM[YOUTUBE ‚Ė∂]

Todos canais liberados

Canal VINY NOVA REVELAÇÃO

Grupo dos boiolaūüėćūüöę‚ö†

Projeto 5k + ūüĒ•

YouTube subs ūü§©

CANAL YERICKZ„ÉĄ

WAGDON BR

Divulgação Canais!

Canal do youtube

Últimas nóticias

Fontes: Logo do G1
57% das empresas exportadoras sofreram efeitos negativos da crise do coronavírus, aponta CNI
Levantamento realizado entre 2 e 10 de junho consultou 197 empresas exportadoras; 32% informaram que vendas n√£o foram afetadas e 8% disseram que aumentaram. Levantamento da Confedera√ß√£o Nacional da Ind√ļstria (CNI) indica que 57% das empresas exportadoras tiveram as vendas ao exterior "afetadas negativamente" pela pandemia do novo coronav√≠rus, enquanto 8% registraram aumento nas vendas para o exterior. A CNI questionou as empresas sobre o "efeito da pandemia sobre a atividade de exporta√ß√£o at√© o momento". Os resultados foram: 'Foi afetada negativamente': 57%; 'N√£o foi afetada negativamente': 32%; 'As exporta√ß√Ķes aumentaram': 8%; 'N√£o sei': 3%. De acordo com a CNI, a pesquisa foi feita entre os dias 2 e de junho e consultou 197 empresas exportadoras, importadoras e investidoras no exterior. O resultado abrange os meses de abril e maio. Balan√ßa comercial mostra queda de exporta√ß√Ķes e importa√ß√Ķes Outros resultados Segundo a CNI, 40% das empresas informaram que a queda nas exporta√ß√Ķes foi superior a 50% no valor das vendas. Em rela√ß√£o √† expectativa das empresas exportadoras para os pr√≥ximos dois meses, os resultados foram: 'Ser√° afetada negativamente': 36%; 'As exporta√ß√Ķes foram afetadas no in√≠cio da pandemia, mas est√£o se recuperando': 29%; 'N√£o ser√° afetada negativamente': 20%; 'N√£o sei': 10%; 'As exporta√ß√Ķes aumentar√£o': 5%. Com rela√ß√£o √†s empresas importadoras, 70% afirmaram que foram afetadas negativamente pela pandemia do coronav√≠rus nos meses de abril e maio, enquanto 2% disseram que as importa√ß√Ķes aumentaram. Das empresas que tiveram as importa√ß√Ķes afetadas 58% importavam da China e 29% dos Estados Unidos. Segundo a CNI, empresas consultadas afirmaram que as maiores preocupa√ß√Ķes com rela√ß√£o ao impacto da pandemia nas importa√ß√Ķes e exporta√ß√£o est√£o relacionadas √† redu√ß√£o das exporta√ß√Ķes e da produ√ß√£o e com o aumento de pre√ßo de mat√©ria-prima. Exporta√ß√Ķes do agroneg√≥cio brasileiro crescem 6% entre janeiro e abril
Colis√£o entre caminh√£o e caminhonete deixa cinco mortos em Batatais, SP
Acidente aconteceu na noite desta quarta-feira (8) na Rodovia Altino Arantes. Ocupantes do autom√≥vel morreram carbonizados e caminhoneiro foi levado √† UPA. Identidade dos mortos n√£o foi informada. Cinco pessoas morreram carbonizadas em uma colis√£o entre um caminh√£o carregado com laranjas e uma caminhonete na noite desta quarta-feira (8) na Rodovia Altino Arantes, entre Batatais (SP) e Sales Oliveira (SP). Segundo a Pol√≠cia Militar Rodovi√°ria, todas as v√≠timas ocupavam a caminhonete, com placas de Uberaba (MG). O motorista do caminh√£o teve ferimentos leves e foi levado √† Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Batatais. Parte da carga de laranja ficou espalhada pela rodovia. Uma das faixas precisou ser interditada e o tr√Ęnsito foi coordenado pelos policiais militares. A per√≠cia t√©cnica tamb√©m esteve no local. Colis√£o frontal √Ä Pol√≠cia Militar Rodovi√°ria, o caminhoneiro disse ter tentado desviar da caminhonete, que vinha no sentido oposto e tentou ultrapassar outros ve√≠culos √† frente. A manobra √© proibida no trecho de pista simples. De acordo com a pol√≠cia, os dois ve√≠culos bateram de frente. Com o impacto, o caminh√£o ainda derrubou uma √°rvore e houve um inc√™ndio no motor. As chamas atingiram a caminhonete. Segundo as primeiras informa√ß√Ķes obtidas pela pol√≠cia, as v√≠timas estavam na regi√£o para trabalhar no setor de constru√ß√£o civil. A identidade delas n√£o foi informada no local. Veja mais not√≠cias da regi√£o no G1 Ribeir√£o Preto e Franca
Governo anuncia que abrirá processo licitatório para finalizar obras do hospital de Guajará-Mirim, RO
Unidade regional de sa√ļde est√° 80% conclu√≠da. Previs√£o do estado √© que nova empresa assuma os trabalhos ainda em novembro deste ano. Obra do Hospital Regional de Guajar√°-Mirim est√° em 80% O Governo de Rond√īnia informou nesta semana que a obra do novo Hospital Regional de Guajar√°-Mirim (RO) est√° 80% conclu√≠da. Para finalizar os 20% restantes, o Estado anunciou que vai abrir um processo licitat√≥rio para que uma nova empresa assuma os trabalhos. Atrav√©s de uma reuni√£o por videoconfer√™ncia entre mebros da Secretaria Estadual de Sa√ļde (Sesau) e do governo com a Caixa Econ√īmica Federal (CEF), foi decidido que ser√° encaminhada, por parte dos membros do Estado, uma planilha at√© o dia 20 de julho, que ser√° analisada. Em caso de aprova√ß√£o pelo banco estatal, ser√° poss√≠vel dar seguimento √† nova licita√ß√£o. A previs√£o do governo √© que a nova empresa assuma os trabalhos ainda em novembro deste ano. O Tribunal de Justi√ßa de Rond√īnia (TJ-RO) informou, por meio da assessoria, que na quinta-feira (9) ocorrer√° o julgamento que deve decidir de quem ser√° a responsabilidade da unidade de sa√ļde: se permanece com Guajar√°-Mirim ou com o Estado. A primeira sess√£o ocorreu em 21 de maio.
Novo ciclone provoca chuva forte e deixa um morto no RS
Mais de tr√™s mil ga√ļchos ficaram desabrigados ou desalojados. Novo ciclone provoca chuva forte e deixa um morto no RS A chuva forte provocada pela passagem de um ciclone deixou mais de tr√™s mil ga√ļchos desabrigados ou desalojados. Um homem morreu. Uma semana depois, a cena se repete. Mais de 60 fam√≠lias tiveram que sair novamente de casa por causa da cheia do Rio Ca√≠. ‚ÄúA gente fica com medo, a gente n√£o sabe a situa√ß√£o, o que vai acontecer‚ÄĚ, conta uma moradora. Em Porto Alegre, choveu forte durante toda a madrugada. Moradores tiveram as casas inundadas. Carros foram arrastados pela √°gua e √°rvores bloquearam o tr√Ęnsito. Em Caxias do Sul, na Serra Ga√ļcha, um deslizamento de terra soterrou a casa onde estava um casal: Geisson Maximo Vitz, de 34 anos, morreu. A mulher dele foi resgatada com vida dos escombros. ‚ÄúFoi tudo muito r√°pido. S√≥ vi aquele estrondo. Quando a gente viu, a parede j√° vinha vindo tudo por cima‚ÄĚ, conta F√°tima Correa Gaio, sogra de Geisson. Na regi√£o central do estado, as √°guas do Rio Taquari subiram muito r√°pido ainda na madrugada. Mais de 300 fam√≠lias est√£o fora de casa. ‚ÄúVamos pedir para Deus que a gente tenha noites tranquilas, que d√™ tudo certo, que as pessoas colaborem. E, se Deus quiser, amanh√£ ou depois a gente j√° volta para casa‚ÄĚ, diz M√°rcia Luiz, dona de casa. Os bombeiros v√£o retomar nesta quinta (9) as buscar por um homem que est√° desaparecido. A suspeita √© que ele tenha sido levado pelas √°guas do Rio Taquari quando passava por uma estrada a caminho de um s√≠tio. Pelo menos sete rios seguem sendo monitorados pela Defesa Civil no estado. Em Igrejinha, o Rio Paranhana tamb√©m subiu r√°pido demais na noite desta ter√ßa. Chegou a atingir resid√™ncias que ficam a 200 metros da margem. Nesta quarta (8), a √°gua baixou e os moradores aproveitaram para limpar as casas. ‚ÄúGra√ßas a Deus que tem anjos que abrigam a gente, mas √© complicado porque tu chegas em casa assim e aquela bagun√ßa, aquela coisa‚ÄĚ, lamenta uma moradora.
Minist√©rio P√ļblico investiga a√ß√Ķes de combate a Covid-19 em 163 munic√≠pios do Cear√°
Ao todo, o √≥rg√£o instaurou 469 procedimentos e fez 728 recomenda√ß√Ķes sobre a√ß√Ķes de combate ao novo coronav√≠rus O Minist√©rio P√ļblico do Estado do Cear√° (MPCE) instaurou, at√© a √ļltima segunda-feira (6), 469 procedimentos em 163 munic√≠pios do Cear√°, para acompanhar atos do Poder P√ļblico no enfrentamento √† pandemia da Covid-19. Conforme o √ļltimo balan√ßo do Centro de Apoio Operacional da Defesa do Patrim√īnio P√ļblico e da Moralidade Administrativa (CAODPP), divulgado em 1¬ļ de julho, somente entre os dias 30 de junho a 6 de julho, 46 novos procedimentos de diversos temas foram instaurados. As informa√ß√Ķes foram divulgadas pelo √≥rg√£o nesta quarta-feira (8). De acordo com o MPCE, entre os assuntos investigados nas prefeituras est√£o aglomera√ß√£o, aux√≠lio emergencial, coleta seletiva, contrata√ß√Ķes ou aquisi√ß√Ķes justificadas por dispensa de licita√ß√£o, descarte de lixo hospitalar, fake news, sobrepre√ßo em licita√ß√£o e transpar√™ncia de gastos p√ļblicos , entre outros. A maioria das a√ß√Ķes do Minist√©rio P√ļblico foram formadas por Procedimentos Administrativos, totalizando 301. Al√©m desta, tamb√©m foram feitas Not√≠cias de Fato, Inqu√©ritos Civis, Atendimentos, Procedimentos Administrativos Eleitorais, Procedimentos Preparat√≥rios, Pedidos de Informa√ß√£o, Processo Judicial (1¬ļ grau), Reclama√ß√£o e Representa√ß√£o. Para o promotor de Justi√ßa √Člder Ximenes, coordenador do CAODPP, a popula√ß√£o deve continuar fiscalizando o poder p√ļblico e enviando den√ļncias, por√©m todos os dados devem ser conferidos para evitar a propaga√ß√£o de "fake news". "Qualquer cidad√£o pode entrar em contato com a Promotoria de Justi√ßa da sua cidade ou pelo nosso e-mail de den√ļncias e nos enviar elementos que apontem ind√≠cios de irregularidades. Toda den√ļncia √© verificada. Precisamos tamb√©m estar atentos √†s condutas de promo√ß√£o pessoal dos prefeitos e demais gestores p√ļblicos. Os benef√≠cios concedidos √† popula√ß√£o em virtude da pandemia n√£o podem ser confundidos como um 'favor' pessoal, mas sim uma obriga√ß√£o de quem gere o Sistema de Prote√ß√£o Social de um Munic√≠pio ou do Estado", explica √Člder. Recomenda√ß√Ķes Al√©m dos procedimentos citados, o Minist√©rio P√ļblico tamb√©m expediu ¬†728 recomenda√ß√Ķes sobre a√ß√Ķes de combate ao novo coronav√≠rus. No √ļltimo balan√ßo do CADPP o quantitativo estava em 602 procedimentos. Os principais assuntos das recomenda√ß√Ķes emitidas pelo MPCE est√£o relacionados a: aglomera√ß√£o, ampla divulga√ß√£o das medidas de prote√ß√£o √† Covid-19 pelo Poder P√ļblico, cumprimento dos Decretos Estadual e Municipal, aux√≠lio emergencial, desinstala√ß√£o de cabines para desinfec√ß√£o, coleta seletiva, direito do consumidor, elabora√ß√£o de planos de conting√™ncia, Identifica√ß√£o de pacientes internados, orienta√ß√Ķes sobre preven√ß√£o e controle de infec√ß√£o para ILPIs, ado√ß√£o de medidas mais restritivas ou de isolamento social r√≠gido, aplica√ß√£o de multas para quem n√£o usar m√°scara, acompanhamento e notifica√ß√£o de casos suspeitos, prote√ß√£o a comunidades ind√≠genas, fluxo de atendimento a pacientes, merenda escolar e transpar√™ncia.
Investigação aponta assessor de Bolsonaro como responsável por página derrubada pelo Facebook
Tercio Arnaud Tomaz √© assessor especial do presidente Jair Bolsonaro com gabinete no Pal√°cio do Planalto. Assessor de Bolsonaro √© respons√°vel por p√°gina derrubada pelo Facebook, diz investiga√ß√£o O Laborat√≥rio Forense Digital DRF conduziu as investiga√ß√Ķes que levaram o Facebook a remover os perfis ligados ao presidente Bolsonaro. Entre as p√°ginas derrubadas nesta quarta-feira (8) pelo Facebook est√° o perfil Bolsonaro News. Ele √© an√īnimo e n√£o informa quem √© o respons√°vel pelas publica√ß√Ķes. Mas a investiga√ß√£o descobriu que o e-mail usado para registrar o perfil era de Tercio Arnaud Tomaz. Ele j√° foi assessor de Carlos Bolsonaro, filho do presidente, na C√Ęmara de Vereadores do Rio de Janeiro. Hoje √© assessor especial do presidente Jair Bolsonaro com gabinete no Pal√°cio do Planalto. Sal√°rio de quase R$ 14 mil por m√™s e apartamento funcional. Publica√ß√Ķes da p√°gina dele atacam advers√°rios pol√≠ticos de Bolsonaro, como o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e at√© ex-ministros do governo, como Luiz Henrique Mandetta e Sergio Moro. Moro comentou a decis√£o do Facebook. Disse que "foi alvo da rede de mentiras que age por motivos pol√≠tico-partid√°rios. Pessoas que perderam qualquer senso de dec√™ncia." A investiga√ß√£o tamb√©m identificou dois assessores do deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, atuando na rede desses perfis. Eduardo Guimar√£es j√° havia sido apontado pela CPI mista das fake news como criador e administrador de p√°ginas que faziam ataques contra advers√°rios do presidente. Esses perfis j√° haviam sido retirados pelo Facebook. Nesta quarta, perfis pessoais de Eduardo Guimar√£es tamb√©m foram removidos. O outro assessor de Eduardo Bolsonaro, Paulo Eduardo Lopes, conhecido como Paulo Chuchu, √© apontado na investiga√ß√£o como um dos principais operadores da rede derrubada pelo Facebook. √Č o que afirma a respons√°vel pela an√°lise dos dados e chefe para a Am√©rica Latina do Laborat√≥rio Forense de Pesquisa Digital DRF, Lu√≠sa Bandeira. ‚ÄúO Eduardo Bolsonaro tem um assessor chamado Paulo Eduardo, conhecido como Paulo Chuchu, que fazia parte dessa rede. Ele registrou, por exemplo, um site que era um site teoricamente de not√≠cias independentes, mas que na verdade era pr√≥-Bolsonaro. Ele √© um dos coordenadores da Alian√ßa, o partido que o Bolsonaro est√° tentando formar, ele √© um dos coordenadores da Alian√ßa em S√£o Bernardo do Campo. Ent√£o esse site, eles tinham um grupo no Facebook tamb√©m, que faziam passar por not√≠cias independentes, por jornalismo independente, quando na verdade √© um esfor√ßo de propaganda ligado, nesse caso, a um assessor do Eduardo Bolsonaro‚ÄĚ, explica Lu√≠sa Bandeira. As mensagens dessa rede de apoio ligada ao presidente Jair Bolsonaro come√ßaram antes da elei√ß√£o presidencial. Mas se intensificaram muito do fim de 2019 para c√°, quando foram feitos sistem√°ticos ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal, ao presidente da C√Ęmara, Rodrigo Maia, e a outras autoridades classificadas pelo grupo de advers√°rias pol√≠ticas de Bolsonaro. A atua√ß√£o dessa rede de ataques se manteve at√© mesmo depois da instala√ß√£o da CPI das fake News no Congresso e da abertura dos inqu√©ritos no STF. ‚ÄúA atividade principal que a gente v√™ delas foi no final de 2019, in√≠cio de 2020. Ent√£o, tem muitas coisas relacionadas √† Covid. Tem muitas coisas, como eu falei, sobre o Congresso, sobre o STF. Ent√£o, essa rede estava atuando com muita for√ßa agora at√© ela ser retirada do ar pelo Facebook. O que se estava tentando fazer ali era criar uma narrativa e uma ideia de que aquelas pessoas eram pessoas que deveriam ser desqualificadas por v√°rios motivos distintos‚ÄĚ, afirma Lu√≠sa Bandeira. A relatora da CPMI das fake news, deputada L√≠dice da Mata, do PSB, disse que a retirada dos perfis ligados ao presidente Bolsonaro comprova o que j√° mostraram as investiga√ß√Ķes do Congresso. ‚ÄúAcho que tudo isso deve ser incorporado ao nosso relat√≥rio como comprova√ß√£o de a√ß√Ķes que s√£o irregulares de deputados e seus assessores, muitos desses usando dinheiro p√ļblico, porque sustentados pelo dinheiro p√ļblico. √Č uma quest√£o grave porque confirma a dire√ß√£o da nossa investiga√ß√£o‚ÄĚ, afirma L√≠dice da Mata. O Jornal Nacional entrou em contato com T√©rcio Arnaud Tomaz, Eduardo Guimar√£es, Paulo Eduardo Lopes, o vereador Carlos Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro e com o Pal√°cio do Planalto, mas ainda n√£o tivemos resposta.
Homem é encontrado morto no Curuçambá, em Ananindeua
V√≠tima foi identificada como Victor Hugo Silva Barroso. Um homem, identificado como Victor Hugo Silva Barroso, foi encontrado morto nesta quarta-feira (8), no in√≠cio da tarde, no bairro do Curu√ßamb√°, em Ananindeua, regi√£o metropolitana de Bel√©m. Segundo a Pol√≠cia Militar, o corpo estava na alameda dos Andrades por volta das 12h, quando os policiais foram acionados. A √°rea foi isolada e equipes da Pol√≠cia Civil e do Centro de Per√≠cias Cient√≠ficas Renato Chaves foram acionadas. A Pol√≠cia Civil ainda n√£o deu informa√ß√Ķes sobre o caso.
Coronavírus no Paraná: veja as principais notícias sobre a pandemia
Acompanhe em tempo real a atualiza√ß√£o das informa√ß√Ķes Coronav√≠rus no Paran√°: veja as principais not√≠cias sobre a pandemia Acompanhe em tempo real a atualiza√ß√£o das informa√ß√Ķes Confira perguntas e respostas sobre o assunto. Veja a playlist com os v√≠deos exibidos nos telejornais da RPC. Bem Aqui: com a plataforma da RPC √© poss√≠vel encontrar os estabelecimentos e servi√ßos que estejam atendendo
C√Ęmara ratifica participa√ß√£o do Brasil em acordo global sobre acesso a recursos gen√©ticos
Definido em 2010 e em vig√™ncia desde 2014, Protocolo de Nagoya define regras internacionais sobre compartilhamento de dados sobre biodiversidade. Texto vai ao Senado. A C√Ęmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (8) a ratifica√ß√£o da participa√ß√£o do Brasil no Protocolo de Nagoya, acordo global que define regras internacionais para acesso e compartilhamento de recursos gen√©ticos da biodiversidade. O acordo ainda precisa do aval do Senado. Definido em outubro de 2010, na 10¬™ Confer√™ncia das Partes da Conven√ß√£o sobre Diversidade Biol√≥gica (COP10) em Nagoya, no Jap√£o, o protocolo foi assinado pelo Brasil em 2011. No entanto, entrou em vigor em 2014 sem a participa√ß√£o do Brasil, porque faltava justamente a ratifica√ß√£o pelo Congresso brasileiro. Com o objetivo de conter a biopirataria, o acordo tamb√©m estabelece formas de compartilhar benef√≠cios entre empresas, povos ind√≠genas e governos. Na pr√°tica, os pa√≠ses que ratificarem o protocolo se comprometem em compartilhar os benef√≠cios vindos da explora√ß√£o de recursos naturais, como plantas ou animais, com o pa√≠s de origem desses recursos. Eles t√™m tamb√©m a garantia de que recursos naturais retirados de seu pr√≥prio pa√≠s ser√£o submetidos √† mesma regra. O protocolo pretende ainda criar novos incentivos para a conserva√ß√£o da biodiversidade e para o uso sustent√°vel dos recursos naturais. Debate na C√Ęmara Relator da proposta, o deputado Alceu Moreira (MDB-RS) ressaltou a import√Ęncia da ratifica√ß√£o do acordo. "O protocolo √© um acordo hist√≥rico na governan√ßa internacional da biodiversidade, de grande relev√Ęncia para uma s√©rie de setores comerciais e n√£o-comerciais envolvidos no uso e interc√Ęmbio de recursos gen√©ticos‚ÄĚ, escreveu. Segundo ele, ‚Äútrata-se do primeiro tratado ambiental multilateral a estabelecer um sistema comercial global para investimento, pesquisa e desenvolvimento na composi√ß√£o gen√©tica e bioqu√≠mica dos organismos vivos". Na avalia√ß√£o de Moreira, o protocolo refor√ßa a seguran√ßa jur√≠dica e promove a reparti√ß√£o de benef√≠cios, incentivando o avan√ßo das pesquisas sobre recursos gen√©ticos. A aprova√ß√£o na C√Ęmara teve a concord√Ęncia de todos os partidos na C√Ęmara e a vota√ß√£o p√īde ser simb√≥lica, sem a contagem de votos no painel.

© Copyright 2020 LinkGrupos - Todos os direitos reservados.

Vídeo WhatsApp