Status

Categoria do Grupo:
Views para status
Infomações:
Grupo postado em 31/12/2019 com 834 visualizações e pontuação de 111 pontos.

Descrição do Grupo:
Sem putaria Aqui no Solion Linkgrupos você encontra os melhores grupos para WhatsApp. Em nosso aplicativo você também encontra muitos grupos para telegram, três idiomas muita amizade, namoro, paquera, jogos e desenhos.

Outros Grupos:

Entrem no grupo 1

Armário 2

🌪️♱ᴄᴏɴᴛᴀᴛɪɴʜᴏs ᴡᴇʙ♱🌪️

Visualizações nos Status.

ʙᴏᴍʙᴀɴᴅᴏ sᴛᴀᴛᴜs 24 ʜᴏʀᴀs💣💣

( STATUS WHATSAP) + vizu

Status bombando 2020💥

VIEWS NO STATUS💜😏😉

🙊Visu nós stts🙊

Bomba status 💫🤩

AUMENTAR VIEWS NO ZAP br

Vamos Trocar Ideia 🔥

ᴠɪᴡs ᴘʀᴀ sᴛᴛs 999+🥳 #2

🧐Tenha + visualização👀 de

Visualizações para status

Viws sem limites ✔️💯

⚜ VI€ŴŞ PΔŘΔ ŞŦΔŦỮŞ 🖤

😎ѕτατυѕ 𝟒𝟎𝟎

+Views no status✅

Cont@tinho br

Últimas nóticias

Fontes: Logo do G1
Polícia Civil apreende carreta com cerca de 10 toneladas de produtos falsificados na Zona Norte do Rio
De acordo com investigadores, os produtos iriam abastecer o comércio clandestino em áreas onde a milícia atua na Zona Oeste da cidade. A Polícia Civil apreendeu na manhã desta quarta-feira (27) uma carreta com cerca de dez toneladas de produtos falsificados. O material estava em uma carreta de seis eixos na Rua Comendador Guerra, na Pavuna, na Zona Norte do Rio. De acordo com os investigadores da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM), os produtos iriam abastecer o comércio clandestino em áreas onde a milícia atua na Zona Oeste da cidade. A mercadoria foi avaliada em R$ 9 milhões. Uma pessoa foi presa e responderá por crime de venda de produtos falsos.
Ex-prefeito Vitor Lippi comemora alta da mãe após cerca de 60 dias de internação com Covid-19
Deputado federal postou vídeo agradecendo aos médicos que cuidaram da mãe em Sorocaba (SP). Político perdeu o pai para a doença há pouco mais de um mês. A mãe do ex-prefeito de Sorocaba (SP) e atual deputado federal Vitor Lippi (PSDB), Volda Lippi, de 86 anos, teve alta de um hospital particular da cidade na manhã desta quarta-feira (27) após ter ficado quase 60 dias internada com Covid-19. Veja as últimas notícias sobre o coronavírus na região O político comemorou a alta da mãe através de um vídeo nas redes sociais agradecendo à equipe médica do hospital onde Volda ficou internada. "Eu fico muito feliz e agradecido a Deus em primeiro lugar, mas agradecer àquela equipe fantástica dos profissionais da saúde, que sempre nos ajudaram, nos apoiaram. E agradecer a cada um de vocês. Obrigado pela solidariedade e agora vamos acompanhar a recuperação da minha mãe em casa", disse o deputado no vídeo. Lippi perdeu o pai para a Covid-19 há pouco mais de um mês. O médico Eno Lippi morreu aos 87 anos, por complicações do coronavírus, deixando a esposa, filhos e netos. Na época, Sorocaba contabilizava 16 mortes pela doença, hoje já são mais de 40 óbitos confirmados. Initial plugin text Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Sorocaba e Jundiaí
Mulher é encontrada morta em apartamento no Norte de SC e ex-marido é o principal suspeito
Delegado Cassiano Tiburski, responsável pelo caso, afirma que o ex-companheiro teria confessado o crime com detalhes, mas ele foi liberado porque não estava em situação de flagrante. Uma mulher foi encontrada morta em um apartamento no centro de Timbó Grande, no Norte catarinense, na manhã de segunda-feira (25). De acordo com a Polícia Militar, a vítima, identificada como Gessika Marafigo Martiol, de 25 anos, estava dentro do quarto e foi localizada por volta das 9h30. O principal suspeito do crime é o ex-marido, que se apresentou à polícia, mas não foi preso. De acordo com o delegado Cassiano Tiburski, responsável pelo caso, ele teria confessado o crime com detalhes, mas foi liberado porque não se encontrava mais em situação de flagrante. Em suma, alegou circunstância compatível com legítima defesa. Disse também que ficou transtornado e agiu no ímpeto, que 'não sabia o que estava fazendo'. Falou que tentou socorrer, mas que ela já estava sem vida, afirmou o delegado. O delegado disse ainda que a suspeita é que a vítima tenha sido morta a facadas, mas que aguarda o laudo para confirmar a arma do crime utilizada. O veículo do suspeito foi localizado e, segundo o delegado, foi encontrado sangue no tapete do motorista. A vítima teria terminado recentemente o relacionamento com o suspeito, segundo Tiburski. O delegado afirma que não há boletim de ocorrência nem solicitação de medida protetiva contra o ex-companheiro. Veja mais notícias do estado no G1 SC
Prefeitura de Arujá regulamenta serviços de atendimento e entrega dos comércios durante a pandemia
Resolução permite, por exemplo, o funcionamento interno dos estabelecimentos, transações por atendimento virtual e entregas por drive thru, delivery ou pela retirada do cliente. A Prefeitura de Arujá publicou uma resolução regulamentando os serviços de atendimento e entrega de mercadorias a todos os estabelecimentos comerciais do município. O objetivo é promover o desenvolvimento e amenizar os impactos da crise provocada pelo novo coronavírus. A resolução autoriza lojas e prestadores de serviços a desenvolverem suas atividades de maneira interna. As transações comerciais com os clientes podem ocorrer por atendimento virtual e as entregas podem ser feitas pelos sistemas de drive thru (entrega no carro), delivery (entrega em casa) e takeaway (retirada da mercadoria). As atividades deverão obedecer às regras e medidas de cuidado para evitar os riscos de contaminação do novo coronavírus. De acordo com a Prefeitura, poderá ocorrer interdição dos estabelecimentos, caso eles descumpram as medidas de segurança. A fiscalização das atividades vai ser feita por fiscais da Prefeitura, com o apoio da Guarda Civil Municipal e da Vigilância Sanitária. “É essencial esclarecer que não se trata de flexibilização, mas da regulamentação de medidas que visam apoiar o comércio local para que possa desenvolver suas atividades dentro do que a lei permite. Continua proibido o acesso do cliente ao interior do estabelecimento em qualquer hipótese”, disse o presidente do Comitê Administrativo Extraordinário da Covid-19, Juvenal Penteado. As normas previstas na regulamentação das atividades comerciais podem ser vistas na resolução nº 11 da edição 219 do Diário Oficial Eletrônico, publicada no site da Prefeitura de Arujá. Initial plugin text
Bares e restaurantes só poderão funcionar por delivery em Coronel Fabriciano
Medida entra em vigor nesta quarta-feira (27) e também suspende o funcionamento de clubes. Quem descumprir a norma poderá ser multado e ter o alvará de funcionamento suspenso. A Prefeitura de Coronel Fabriciano informou que bares, restaurantes e lanchonetes só poderão funcionar por delivery ou para retirada do produto na porta do estabelecimento a partir desta quarta-feira (27). Isso porque o município acatou uma liminar da Justiça que pedia o fechamento parcial do comércio na cidade. MP pede fechamento parcial de comércio em Coronel Fabriciano por causa da pandemia Segundo o Executivo, os clubes também deverão suspender as atividades. O proprietário que descumprir a medida correrá o risco de receber multa e ter o alvará de funcionamento suspenso. Ainda conforme a Prefeitura, as clínicas de estética poderão continuar funcionando. Entenda o caso No início de maio, o Ministério Público notificou a Prefeitura, propondo uma Ação Civil Pública, pedindo o fechamento parcial do comércio em virtude da pandemia. Na época, o MP informou que o funcionamento do comércio no município não estava de acordo com alguns trechos da Deliberação nº 17 do Comitê Extraordinário Estadual Covid-19, mas a Prefeitura havia informado que os estabelecimentos estavam cumprindo todos os cuidados necessários de higienização, para receber clientes. Casos de coronavírus em Coronel Fabriciano Até a manhã dessa quarta-feira, o município tem 46 casos da doença confirmados, com 21 já curados e 25 em isolamento domiciliar. Ainda segundo a administração municipal, 639 notificações já foram descartadas. Outras 150 ainda são investigadas. Veja mais notícias da região em G1 Vales de Minas Gerais.
Mulher fica ferida ao cair de moto na BR-393, em Três Rios
Acidente aconteceu por volta de 7h desta quarta-feira, na altura do trevo de entrada do bairro Purys. Uma mulher, 39 anos, ficou ferida ao cair de moto na manhã desta quarta-feira (27) na BR-393 (Rodovia Lúcio Meira), em Três Rios, no Sul do Rio de Janeiro. O acidente aconteceu por volta de 7h, na altura do trevo de entrada do bairro Purys. O Corpo de Bombeiros esteve no local para prestar os primeiros socorros à vítima, que foi encaminhada ao Hospital Nossa Senhora da Conceição. O G1 entrou em contato com a unidade médica, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.
CPI quer material do STF sobre fake news, e defesa do bolsonarismo é teste para o Centrão
Investigações sobre fake news forçarão o Centrão a se posicionar e mostrar se os cargos entregues pelo governo ao bloco garantem apoio total. A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Fake News em andamento no Congresso já discute o compartilhamento do material da investigação que está em curso no Supremo Tribunal Federal – e que levou à operação da Polícia Federal deflagrada nesta quarta-feira (27). Deputados e senadores de diversos partidos querem aprofundar as investigações sobre os ataques às instituições - que, pelos alvos de hoje, levam a apoiadores do presidente Bolsonaro, tanto com mandato (deputados federais) quanto sem mandato (como blogueiros). O aprofundamento das investigações no Congresso, no entanto, testará o nível de fidelidade dos partidos do Centrão (principalmente PP, PL e PTB) ao governo Bolsonaro. Os filhos do presidente são críticos do inquérito no STF, e o Planalto se preocupa com o avanço das investigações. O deputado Eduardo Bolsonaro, inclusive, tentou parar os trabalhos da CPI, mas o STF negou o pedido. Os trabalhos da comissão foram prorrogados e estão suspensos por conta a pandemia, mas os parlamentares já discutem ampliar as investigações após a crise sanitária. Entenda o que é o Centrão, bloco na Câmara do qual Bolsonaro se aproximou Nas palavras de um integrante da cúpula do Congresso, as investigações sobre fake news forçarão o Centrão a se posicionar e mostrar se os cargos entregues pelo governo ao bloco - e os que estão por vir - são suficientes para "pagar a fatura" do apoio a Bolsonaro apenas em caso de um eventual impeachment ou se já conta para uma "tropa de choque" e matérias incômodas ao governo, como das fake news. Nas contas de líderes, fora do Centrão, existem cerca de 280 votos com os quais o governo não conta. O Centrão pode chegar a 220 votos. E os demais são parlamentares soltos. A Câmara tem ao 513 votos. Um dos principais presidentes de partido do Centrão disse ao blog nesta quarta-feira que o Centrão não vai blindar o governo Bolsonaro se a investigação "for específica contra ministros do Supremo Tribunal Federal". "Não vamos comprar essa briga contra o STF." No entanto, afirmam que essa avaliação vale, até aqui, para deputados bolsonaristas e apoiadores de Bolsonaro nas redes sociais. Ou seja, garantem apoio se a investigação chegar a familiares do presidente ou ao próprio Planalto . "O Centrão está fechado com Bolsonaro. A tendência é defender Bolsonaro e família, se for o caso. O nosso compromisso é com eles, mas não com apoiadores do presidente, muito menos com os deputados que atacam ministros do STF". O problema, avaliam líderes que não participam do Centrão, é que o bloco que recebeu cargos do governo pode viver um impasse, se as investigações chegarem ao chamado "gabinete do ódio", que funcionaria com o aval do Palácio do Planalto. Por isso, acreditam que o inquérito das fake news será uma espécie de termômetro do apoio do Centrão a Bolsonaro: se ficam com o bolsonarismo, ou se apoiam o eventual aprofundamento de investigações que atacam as instituições, como a própria Câmara e ministros do STF.
Covid-19: Celebrações ao Divino Espírito Santo, padroeiro de Poções, são realizadas via internet; veja
Transmissão online é realizada desde a sexta-feira (22), quando foi iniciado o novenário, e segue ate o próximo domingo (31). Novenário em louvor ao padroeiro do município de Poções é transmitido pelas redes sociais A pandemia do novo coronavírus tem mudado algumas celebrações religiosas tradicionais na Bahia, mas não a fé do povo. Em Poções, no sudoeste do estado, o novenário em louvor ao Divino Espírito Santo, padroeiro do município, está sendo realizado pelas redes sociais. A festa religiosa completou 142 anos em 2020. A transmissão online realizada desde a última sexta-feira (22), quando foi iniciado o novenário, é uma novidade para fiéis que sempre lotaram as ruas da cidade na festa ao padroeiro. Além disso, antes da pandemia, as celebrações reuniam pessoas de vários lugares do estado e até do país, com uma mistura entre o religioso e profano, já que também há costume da realização de shows de bandas não religiosas na cidade, antes da pandemia. Pela internet, três mil pessoas têm acompanhado as missas, que seguem até o próximo domingo (31), e de casa mantêm as orações. A missa de abertura também foi transmitida pelo rádio. "O povo está animado, fazendo tudo que iríamos fazer se não fosse a pandemia", destaca o monsenhor de Poções, Wilton Pereira. A chegada da bandeira do divino, carregada por cavaleiros, para a cidade é tradição, e todos costumavam acompanhar, de cavalo ou a pé. Mas este ano as coisas foram bem diferentes, com igreja vazia, e até a queima de fogos foi solitária, apenas com a participação do monsenhor e de outros integrantes da igreja. A festa do Divino Espírito Santo é realizada em homenagem ao Espírito Santo, a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, sendo representado pela pomba branca. O Divino Espírito Santo foi escolhido como padroeiro da cidade pois, conforme registros históricos no município, houve uma nuvem de pombos que pairou durante a construção de uma capela na cidade, por volta do século XVIII. "Quando fizeram a reunião para escolher o padroeiro, quando estávamos iniciando a Lapinha [Capela], veio aquela chuva de pombo que nunca tinha sido visto na vida, e ficou definido: 'Aqui vai ser o Divino Espírito Santo'. E foi aceito com uma salva de palmas", explicou um devoto. Conforme boletim da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), não havia registro de casos de coronavírus em Poções até a manhã desta quarta-feira. Na Bahia, o número de pacientes infectados pela Covid-19 passa de 14,5 mil com mais de 390 mortes. Veja mais notícias do estado no G1 Bahia.
Coronavírus: Dois familiares de idosa que testou positivo são diagnosticados com a doença, em Montes Claros
Idosa de 72 anos testou positivo nessa terça-feira (26). Ela e os outros dois familiares estão internados; número de casos subiu para 57. A Prefeitura de Montes Claros confirmou que dois familiares da idosa, de 72 anos, que testou positivo para Covid-19, nessa terça-feira (26), também foram diagnosticados com a doença após apresentarem sintomas. A informação foi divulgada na manhã desta quarta-feira (27) e o número de casos subiu para 57. Os pacientes tem 38 e 72 anos e estão internados. O estado de saúde e o grau de parentesco entre eles não foram informados. Idosa de 72 anos testa positivo para Covid-19 em Montes Claros A idosa foi internada no dia 21 de maio seis dias após apresentar sintomas respiratórios. A Prefeitura divulgou na terça que o quadro de saúde dela era estável. Casos anteriores Na tarde do dia 25, poucas horas após confirmar o caso de número 51, o setor de Epidemiologia da Prefeitura de Montes Claros (MG) confirmou que mais três pessoas testaram positivo para a Covid-19. As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (25). Os pacientes são homens e têm 41, 29 e 57 anos. O primeiro já é considerado curado e os demais estão em isolamento domiciliar. Na manhã do dia 25 de maio, foi feita a confirmação do 51º caso da Covid-19. Segundo o setor de Epidemiologia do município, trata-se de um homem de 45 anos, que apresentou sintomas no início do mês de março. Ele fez exame sorológico na rede particular, que apontou resultado positivo para o coronavírus. O caso já é considerado curado. No dia 23 de maio, a Prefeitura divulgou o caso de número 50, de um paciente de 42 anos que apresentou os sintomas da doença na quinta-feira (14), e fez o exame na terça-feira (19). Ele está em isolamento domiciliar. Ainda de acordo com o município, os familiares do paciente farão exames nesta segunda-feira (25), para saber se também estão com o vírus. Em 22 de maio, duas mulheres testaram positivo para Covid-19 em Montes Claros, aumentando para 49 o número de casos confirmados. As pacientes têm 35 e 75 anos. No dia 19 de maio, a Prefeitura confirmou que três pessoas da mesma família testaram positivo para Covid-19, após retornarem do Rio de Janeiro. O número de casos subiu para 47. Segundo as informações do setor de Epidemiologia, os pacientes são um homem de 47 anos, uma mulher de 37 e uma criança de dois. Após apresentarem sintomas gripais, eles fizeram os exames, que confirmaram a infecção. Os três já são considerados curados. No dia 16 de maio, a Prefeitura confirmou mais um caso de coronavírus. Trata-se de uma mulher, de 33 anos, que apresentou sintomas respiratórios. Segundo a Vigilância Epidemiológica, o exame foi realizado pela Fundação Ezequiel Dias. Na ocasião, o Setor de Epidemiologia informou que os familiares da paciente estão sendo monitorados e também serão testados. No dia 15 de maio, o município confirmou o 39º caso da Covid-19. Trata-se de um homem de 27 anos, que apresentou sintomas em abril e realizou teste nesta sexta-feira(15). Toda a família foi testada e os exames deram negativo. O paciente é considerado curado. No dia 14 de maio, a Prefeitura informou que seis pessoas testaram positivo para Covid-19. Segundo informações do setor de epidemiologia, quatro pessoas são de uma mesma família e estão assintomáticas. Trata-se de uma mulher, de 35 anos, um homem, de 38, e duas crianças, de 4 e 5 anos. Todos já são considerados curados. Os outros pacientes são dois homens, de 44 e 51 anos. De acordo com a Prefeitura, eles são funcionários de uma empresa, que presta serviço de segurança, e fizeram o exame na rede particular. Os dois também não apresentaram sintomas e estão em isolamento. O município informou ainda que serão realizados novos testes como contraprova e os familiares dos dois pacientes estão sendo monitorados. No dia 12 de maio, a Prefeitura confirmou mais três casos. Dois pacientes, de 32 e 71 anos, são de uma mesma família. O outro caso é de uma mulher de 23 anos com histórico de viagem para São Paulo. No dia 11 de maio, a Prefeitura confirmou que uma mulher de 57 anos e um homem, de 54, testaram positivo para a Covid-19. De acordo com os levantamentos do Setor de Epidemiologia, eles tiveram contato com um caso positivo. Ambos estão em isolamento domiciliar e foram submetidos a testes rápidos. Na parte da manhã, a Prefeitura já havia confirmado mais um caso do novo coronavírus. Trata-se de um homem, de 44 anos, que já é considerado curado. No dia 8 de maio, a Prefeitura confirmou quatro casos de coronavírus. Os pacientes têm 40, 55, 57 e 77 anos. A idosa tem comorbidades e precisou ser internada e os outros pacientes permanecem em isolamento. No dia 7 de maio, um homem de 51 anos foi diagnosticado com a doença. Ele veio do Rio de Janeiro e estava no Norte de Minas há 20 dias. No dia 6 de maio, o setor de epidemiologia confirmou mais um caso positivo de coronavírus em Montes Claros. A paciente é uma mulher, de 47 anos, que já está curada. No dia 4 de maio, a Prefeitura confirmou que três pessoas de uma mesma família testaram positivo e o número de casos subiu para 20. Os pacientes tiveram contato com um pessoa que testou positivo e por isso, fizeram os exames na rede particular. No último sábado (2), o município confirmou o 16º caso. Trata-se de uma mulher, de 44 anos, que fez exame em um laboratório particular. Ela não apresentou sintomas da doença e está em isolamento. Todos os familiares fizeram o teste e aguardam o resultado. Na dia 30 de abril, a Prefeitura confirmou o 14º e o 15º casos de coronavírus. Um dos pacientes é um idoso, de 76 anos, que morreu no dia 29 de abril no CTI de um hospital da cidade. O outro caso é de uma mulher de 84 anos, que esteve em SP no dia 5 de abril. Ela apresentou os sintomas e realizou exame no dia 24 de abril com o resultado positivo para Covid-19. A paciente está curada. No dia 29 de abril, a Prefeitura confirmou o 13º caso da Covid-19. Trata-se de uma mulher de 49 que está estável e permanece em isolamento. No dia 28 de abril, as autoridades de saúde confirmaram três casos. Um jovem de 19 anos e de uma mulher, de 48, que já estão curados. Outra mulher, de 36, está estável e permanece em isolamento domiciliar. No dia 27 de abril, a Prefeitura confirmou o oitavo e o nono casos. Os pacientes são uma mulher, de 33 anos, e um idoso, de 75 anos. A mulher apresentou tosse, falta de ar e dor de garganta há oito dias. Ela está em isolamento domiciliar e é acompanhada pela equipe de saúde. A paciente mora sozinha e trabalha em um outro município da região. Já o idoso, não apresentou sintomas e está curado. No dia 26 abril, o município, confirmou o sétimo caso, de paciente teve morte cerebral e passou por exames para uma possível doação de órgãos; um deles deu positivo para Covid-19. A Prefeitura disse ainda que ele tinha 56 anos e não apresentava suspeita da doença. No dia 23 de abril, a Prefeitura confirmou o sexto caso de coronavírus. O paciente tem de 68 anos e é do sexo masculino. No dia 16 de abril, houve a confirmação do quinto caso de Covid-19. Trata-se de uma mulher de 45 anos, que apresentou sintomas há 30 dias, permaneceu em isolamento domiciliar e é considerada curada. Ela fez o exame de sorologia, que detectou que teve a doença. No dia 15 de abril, o quarto caso de coronavírus foi confirmado. A paciente é uma mulher de 53 anos, tem diabetes e está em tratamento de neoplasia. No dia 14 de abril, a Prefeitura confirmou o terceiro caso de coronavírus no município, de um homem de 40 anos. Trata-se é de um homem de 40 anos, residente na cidade. Ainda no mesmo dia, a Prefeitura confirmou o segundo caso, de uma mulher, de 26 anos, que teve contato com um familiar de Governador Valadares, no Leste de Minas. Ela apresentou os primeiros sintomas no dia 5 de abril e teve desconforto na garganta e tosse. Ainda de acordo com o município, foi feito um exame particular que detectou a Covid-19. No dia 5 de abril, a Prefeitura confirmou o primeiro caso da Covid-19, que também foi a primeira morte pela doença. O idoso, de 69 anos, morreu no dia 1º de abril no Hospital Aroldo Tourinho. Ele apresentou os sintomas após retornar de uma viagem para São Paulo. Veja mais notícias da região em G1 Grande Minas.

© Copyright 2020 LinkGrupos - Todos os direitos reservados.

Vídeo WhatsApp