Amigos e amigas

Categoria do Grupo:
Amizades e Bate-papo
Infomações:
Grupo postado em 19/01/2020 com 353 visualizações e pontuação de 106 pontos.

Descrição do Grupo:
Qualquer idade, se apresente fale a idade, solteiro ou não, só curta o com a gente Aqui no Solion Linkgrupos você encontra os melhores grupos para WhatsApp. Em nosso aplicativo você também encontra muitos grupos para telegram, três idiomas muita amizade, namoro, paquera, jogos e desenhos.

Outros Grupos:

♂c̷σ̷ห̷т̷ค̷т̷¡̷ห̷н̷σ̷ร̷♀

ΜỮŞIĆΔ ΔΜIGØŞ € ₣€ŞŦΔ

¹ºMutirões 24Hrs

😆🤩 FAMÍLIA FELIZ 💜♥

ITAUCARD

Amizades novas 💙✨

NOVAS AMIZADES📲♥

@diablitas.crazy✨

😇🍃❤Amizade ou Algo mais😈🍃❤

ĆŁỮβ€ ĐØ РØĆØ¥Ø 3.0

🔰DARK SOLDIERS🔰 recrutamento (COD)

LORD ESPORTE

Recrutamento BM🤪

Faça Amizades🤜🏻🤛🏾 👦🏻👩🏽👱🏻‍♀🧒🏾

3

MARCA X1

Mund🌎 das Figurinh😜s 💥

Tudo_que_e_bad🔥

OHH VALE🐸🌈🏳️‍🌈❤️😌

T ₩ T

Últimas nóticias

Fontes: Logo do G1
Mulher transforma dor de perder o marido com Covid-19 em projeto de doação para famílias carentes
Em vez de receber flores pela morte do marido, Patrícia Almeida pediu que amigos enviassem alimentos. Casal sempre foi envolvido com ações sociais. Uma mulher que perdeu o marido com o coronavírus há um mês, teve força para transformar a dor em solidariedade. Patrícia Almeida montou um projeto para ajudar famílias carentes. Ela resolveu pedir aos amigos para, em vez de enviarem flores por causa da morte do marido, doarem alimentos. O casal sempre foi envolvido com ações sociais. E ela decidiu doar cestas básicas e outros artigos para pessoas carentes. Com a ajuda dos amigos, nasceu o Projeto Arlindo Júnior. Quem quiser ajudar com as doações pode fazer contato através da rede social do projeto.
Dois homens são presos em MS por embriaguez após se envolverem em acidente
Um deles fugiu do local, sendo encontrado em seguida pela polícia. Dois homens, de 35 e 53 anos, foram presos entre a noite de quinta-feira (02) e a madrugada de sexta-feira (03), em Três Lagoas, a 313 quilômetros de Campo Grande, por dirigirem embriagados, após se envolverem em acidentes. O mais velho foi o primeiro a ser preso, pouco antes das 22h (de MS). Ele bateu a moto que pilotava na lateral de um carro. Não houve feridos. A polícia foi chamada, ele permaneceu no local e não aceitou fazer o teste do bafômetro. Conforme o boletim de ocorrência, o motociclista tinha dificuldade no equilíbrio, odor etílico e estava dispersivo e falante. Ele contou que havia tomado quatro latas de cerveja entre 17 e 19h. O outro suspeito foi preso pouco antes da 1h30. Ele dirigia um carro que colidiu em uma moto e fugiu em seguida. A polícia foi chamada e encontrou o motorista com o carro estacionado em frente a um residencial. Os militares observaram que ele tinha sinais de embriaguez. Situação constatada pelo teste de alcoolemia, o qual apontou 0,68 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões. O motociclista envolvido no acidente teve lesões no rosto e dores na perna, e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros para a UPA da cidade.
Jovem é preso suspeito de matar homem a facadas por causa de discussão
Crime aconteceu no início de junho em Cristalândia. Polícia Civil informou que suspeito confessou o assassinato. Um homem de 21 anos foi preso pela Polícia Civil suspeito de um homicídio em Cristalândia, na região centro-oeste do Tocantins. O crime ocorreu no dia 1º de junho, quando um homem de 35 anos foi morto com várias facadas. As identidades do suspeito e da vítima não foram informadas pela polícia. A prisão do suspeito ocorreu na tarde desta quinta-feira (2). Segundo a polícia, o jovem foi preso na própria casa em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça. A Polícia Civil informou ainda que durante o interrogatório o suspeito confessou que deu cerca de 10 facadas na vítima. O crime teria sido cometido por causa de uma discussão que os dois tiveram meses atrás. Após a prisão o suspeito foi levado para a Casa de Prisão Provisória de Paraíso. Veja mais notícias da região no G1 Tocantins.
Morre o artista plástico José Carlos Sarmento, o Zé Som
Ele estava internado no Imip, no Recife. Família não autorizou divulgação da causa da morte. Prefeitura de Olinda emitiu nota lamentando falecimento. Artista plástico Zé Som morre aos 69 anos O artista plástico José Carlos Sarmento, também conhecido como Zé Som, morreu aos 69 anos, na quinta-feira (2). Ele estava internado no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), no bairro dos Coelhos, na região central do Recife, desde a terça-feira (30). A família não autorizou que a causa da morte fosse divulgada (veja vídeo acima). Zé Som era conhecido por não usar pincel e expressar sua arte utilizando os dedos para pintar os quadros. Era considerado um artista com estilo único e inconfundível. As obras dele estão espalhadas por diferentes locais. Em nota, a prefeitura de Olinda lamentou o falecimento do artista, que "deixa um legado de 50 anos de trabalhos que refletem a nossa gente, nossa região e a nossa cultura. Como olindense, Zé Som carregou essa essência desde o nascimento para as suas mais de 50 mil obras espalhadas por todos os continentes". O sepultamento foi marcado para o Cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife.
Índice de ações da China atinge máxima de 5 anos com esperança de recuperação e estímulo
Setor de serviços da China expandiu ao ritmo mais rápido em mais de uma década em junho com flexibilização das medidas de bloqueio relacionadas ao coronavírus. As ações da China subiram pela quarta sessão consecutiva nesta sexta-feira (3), com o índice blue-chips (papéis mais negociados) tocando uma máxima em cinco anos diante das esperanças de uma recuperação na segunda maior economia do mundo à medida que Pequim lança mais estímulos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 1,93%, máxima desde julho de 2015, enquanto o índice de Xangai teve alta de 2,01%. Na semana, o SSEC subiu 5,8%, o melhor desempenho desde março de 2019, enquanto o CSI300 ganhou 5,8%, melhor semana desde novembro de 2015. O setor de serviços da China expandiu a seu ritmo mais rápido em mais de uma década em junho, à medida que a flexibilização das medidas de bloqueio relacionadas ao coronavírus melhorava a demanda dos consumidores, mostrou uma pesquisa privada nesta sexta-feira, embora as empresas continuem a cortar empregos. Os participantes do mercado esperam que Pequim apresente mais medidas de estímulo no segundo semestre se necessário, após os cortes de juros adotados pelo Banco Central. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,72%, a 22.306 pontos. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,99%, a 25.373 pontos. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 2,01%, a 3.152 pontos. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 1,93%, a 4.419 pontos. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,80%, a 2.152 pontos. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,88%, a 11.909 pontos. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,62%, a 2.652 pontos. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,42%, a 6.057 pontos. China ameaça retaliar Reino Unido
Casos e mortes por coronavírus no Brasil, 3 de julho, segundo consórcio de veículos de imprensa (atualização das 8h)
País soma 1.502.424 diagnósticos confirmados e 62.045 mortes por Covid-19. O Brasil tem 62.045 mortes por coronavírus confirmadas até as 8h desta sexta-feira (3), aponta um levantamento feito pelo consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. Veja os dados atualizados às 8h desta sexta-feira (3): 62.045 mortos 1.502.424 casos confirmados O consórcio divulgou na quinta-feira (2), às 20h, o 25º balanço, com os dados mais atualizados das secretarias estaduais naquele momento. Desde então, GO, PI, RN e RR divulgaram novos dados. (Na quinta-feira, 2, às 20h, o balanço indicou: 61.990 mortes, 1.277 em 24 horas; e 1.501.353 casos confirmados.) SINTOMAS: tosse e febre continuam no topo, mas há outros sinais da Covid-19 no corpo MÁSCARAS: diferenças entre cirúrgica, de pano, N95 e face shield MEMORIAL: Grávidas, indígenas, profissionais de saúde... veja quem são as vítimas da Covid-19 no Brasil EXCLUSIVO G1: Veja taxa de ocupação nas UTIs, número de testes e pacientes recuperados da Covid-19 nos estados Consórcio de veículos de imprensa Os dados sobre casos e mortes de coronavírus no Brasil foram obtidos após uma parceria inédita entre G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL, que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. O objetivo é que os brasileiros possam saber como está a evolução e o total de óbitos provocados pela Covid-19, além dos números consolidados de casos testados e com resultado positivo para o novo coronavírus. A parceria entre os veículos de comunicação foi feita em resposta à decisão do governo Jair Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia da Covid-19. Personalidades do mundo político e jurídico, juntamente com entidades representativas de profissionais e da imprensa, elogiaram a iniciativa. Mudanças feitas pelo Ministério da Saúde na publicação de seu balanço da pandemia reduziram por alguns dias a quantidade e a qualidade dos dados. Primeiro, o horário de divulgação, que era às 17h na gestão do ministro Luiz Henrique Mandetta (até 17 de abril), passou para as 19h e depois para as 22h. Isso dificultou ou inviabilizou a publicação dos dados em telejornais e veículos impressos. “Acabou matéria no Jornal Nacional”, disse o presidente Jair Bolsonaro, em tom de deboche, ao comentar a mudança. A segunda alteração foi de caráter qualitativo. O portal no qual o ministério divulga o número de mortos e contaminados foi retirado do ar na noite de 4 de junho. Quando retornou, depois de mais de 19 horas, passou a apresentar apenas informações sobre os casos “novos”, ou seja, registrados no próprio dia. Desapareceram os números consolidados e o histórico da doença desde seu começo. Também foram eliminados do site os links para downloads de dados em formato de tabela, essenciais para análises de pesquisadores e jornalistas, e que alimentavam outras iniciativas de divulgação. Entre os itens que deixaram de ser publicados estão: curva de casos novos por data de notificação e por semana epidemiológica; casos acumulados por data de notificação e por semana epidemiológica; mortes por data de notificação e por semana epidemiológica; e óbitos acumulados por data de notificação e por semana epidemiológica. No dia 7 de junho, o governo anunciou que voltaria a informar seus balanços sobre a doença. Mas mostrou números conflitantes, divulgados no intervalo de poucas horas. Apenas no dia 9 de junho, o ministério voltou a divulgar os dados completos, obedecendo a ordem do STF. Nesta quinta (2), o órgão divulgou um novo balanço. Segundo a pasta, houve 1.252 novos óbitos e 48.105 novos casos, somando 61.884 mortes e 1.496.858 casos desde o começo da pandemia. Initial plugin text CORONAVÍRUS×
Capotagem deixa um ferido e causa lentidão na Rodovia D. Pedro I, em Campinas
Motorista sofreu ferimentos leves, segundo concessionária Rota das Bandeiras. Um motorista ficou ferido após o carro que dirigia capotar na Rodovia D. Pedro I, em Campinas (SP), na manhã desta sexta-feira (3). Segundo a concessionária Rota das Bandeiras, que administra a via, houve lentidão no trânsito. Confira as condições do trânsito O acidente ocorreu por volta de 6h no km 138 do sentido capital da rodovia. O motorista foi resgatado pela ambulância. Até 6h45, as faixas estavam em liberação, mas havia um quilômetro de lentidão. Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Idoso de 90 anos morre vítima de Covid-19 em Paraty; cidade soma 13 óbitos pela doença
Além disso, 296 casos foram confirmados no município. Informações são da Secretaria Municipal de Saúde. Um idoso de 90 anos morreu vítima de Covid-19 em Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro. A causa da morte foi confirmada na noite de quinta-feira (2) pela prefeitura. As informações são da Secretaria Municipal de Saúde. Segundo a Prefeitura, o idoso tinha doenças pré-existentes, o que pode ter agravado o quadro clínico. Ele estava internado no Hospital Municipal de Paraty. Ao todo, a cidade soma 13 mortes causadas pela Covid-19. Ainda de acordo com o órgão, o município confirmou 296 casos de coronavírus, sendo 248 já considerados curados pois passaram o tempo necessário em isolamento e não possuem mais sintomas da doença. + Veja os números da pandemia na região. Outros 534 casos estão sob suspeita. Os pacientes aguardam o resultado do exame realizado pelo Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), que fica no Rio de Janeiro. Initial plugin text
Homem morre após cair de telhado em Santa Cruz do Capibaribe
Vítima bateu a cabeça no chão, foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos Um homem de 46 anos morreu após cair de um telhado na quinta-feira (2) em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco. A vítima estava trabalhando no telhado quando caiu. O homem bateu a cabeça no chão e foi socorrida para um hospital local. De acordo com o diretor da unidade de saúde, foram seguidos todos os protocolos de reanimação, mas o homem não resistiu à gravidade dos ferimentos. a bateu a cabeça no chão e foi socorrida para um hospital local. De acordo com o diretor da unidade de saúde, foram seguidos todos os protocolos de reanimação, mas o homem não resistiu a gravidade dos ferimentos.

© Copyright 2020 LinkGrupos - Todos os direitos reservados.

Vídeo WhatsApp