×
Grupo no Whatsapp ᎢᏌᎷ ᎠᏌᎷ ᎠᏌᎷ 2019?

Nome do grupo para WhatsApp:

ᎢᏌᎷ ᎠᏌᎷ ᎠᏌᎷ 2019?

Categoria do link de grupo para WhatsApp:

Músicas e Vídeos

Infomações do grupo para WhatsApp:

Link de Grupo no WhatsApp postado em 24/01/2019;
573 visualizações;
Pontuação de 112pontos.

Descrição do grupo para WhatsApp:

Vale tudo entrem

Grupos para WhatsApp App Baixar

Grupos no WhatsApp relacionados:

Trap Life ????

Trap Life ????

Leiam a descrição do grupo por favor

?GG STAN?         ?K-POP?

?GG STAN? ?K-POP?

Um grupo para GG STANS falarem como os girls grups sao perfeitos e as meninas estão neles. ?falar sobre todos os gilrs grups q conhecer e talvez sobre alguns boys grups enviar outros links de grupos enviar músicas novas q chegaram enviar fotos das meninas memes figurinhas das meninas e respeitar a opinião do outro ?correntes conteúdos +18 falar mal de kpop de girls grups e de boys grups n respeitar a opinião do outro(caso vc n siga as regras será banido com a essecao das correntes se vc enviar mais de 5 sera banido

Suá música ?

Suá música ?

Proibido Porno?

?Metal na veia??⚔

?Metal na veia??⚔

Grupo para todas as vertentes do Metal: Heavy,Thrash,Power,Doom,Death... também está previsto culturas Punk's e Góticas, postagem de bandas etc...

?JMS33? ?DivulgaFunk?

?JMS33? ?DivulgaFunk?

Música Funk etc

Rock ?Nacional e Intern??

Rock ?Nacional e Intern??

Ola aqui podem postar as musica que vc mais gosta

Últimas nóticias

Fontes: Logo do G1
Polícia em Manaus divulga novos endereços de quatro delegacias na capital
Transferência dos equipamentos já foram finalizadas, e as delegacias especializadas já estão funcionando em novos endereços. A Policia Civil do Amazonas divulgou, neste sábado (24), novos endereços da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV), Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), e a Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon). As mudanças ocorridas têm como intuito proporcionar melhor qualidade no atendimento à população, segundo a polícia. A transferência dos equipamentos já foram finalizadas, e as delegacias especializadas já estão funcionando em novos endereços. A DEPCA está atendendo na avenida Via Láctea, conjunto Morada do Sol, bairro Aleixo, zona centro-sul. Já a DERFV mudou-se para o antigo prédio da DEPCA, localizado na rua Seis, nº 1, conjunto Bela Vista, bairro Planalto, zona centro-oeste da cidade. A Dema está funcionando na travessa Hermes Fontes, nº 60, segunda etapa do bairro Compensa, zona oeste da cidade. A Decon, passou a atender nas dependências do prédio do 2º Distrito Integrado de Polícia (DIP), localizado na avenida Desembargador Felismino Soares, bairro Colônia Oliveira Machado, zona sul da capital, onde funciona, também, a 1ª Seccional Sul.
Centro de combate a crimes ambientais é inaugurado em Boca do Acre, Sul do AM
Escritório vai facilitar a gestão ambiental na região, diz Governo. Um Centro Multifuncional - para intensificar as ações de combate aos crimes ambientais, na região de Boca do Acre, no Sul do Amazonas, foi inaugurado na tarde deste sábado (24), pelo Governo do Amazonas. É o terceiro centro estado. Segundo o governo do Estado, o escritório vai facilitar a gestão ambiental na região e faz parte da primeira etapa do Projeto de Prevenção e Combate ao Desmatamento e Conservação da Floresta Tropical no Estado do Amazonas. “Há como você produzir, como você desenvolver a pecuária, desenvolver a atividade exploratória de madeira, mas de forma manejada e forma responsável. É isso que nós estamos procurando”, afirmou o governador durante a inauguração do Centro. A unidade de Boca do Acre vai servir como base de apoio para órgãos estaduais, federais e municipais na promoção de ações integradas no controle da gestão ambiental no Estado e é resultado da Cooperação Financeira Brasil/Alemanha do Banco Alemão de Desenvolvimento KfW com o Governo do Amazonas. Antes de embarcar para Boca do Acre, Wilson Lima assinou uma carta destinada ao Governo Federal solicitando apoio material para o combate efetivo ao desmatamento no Amazonas e incremento às ações de fiscalização de atividades ilegais. A assinatura aconteceu na sede da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), no bairro Parque Dez, zona centro-sul de Manaus. O documento também solicita providências imediatas para viabilizar a cooperação dos governos estaduais da Amazônia Legal com o Governo Federal.
Ministério de Conta ingressa com ação contra Secretaria de Educação do AM para investigar possíveis irregularidades no transporte escolar
Seduc informou que vai colaborar com MPC e que processo de licitação de transporte escolar está em andamento. O Ministério Público de Contas do Estado do Amazonas (MPC-AM) ingressou com representação contra a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM) em decorrência de possíveis irregularidades no transporte escolar contratado pelo referido órgão para utilização dos alunos nas zonas rurais de Manaus e nos demais municípios. A medida foi anunciada na sexta-feira (23). A Seduc informou que vai colaborar com MPC e que processo de licitação de transporte escolar está em andamento. A representação é resultado do Procedimento Preparatório n° 005/2019 – MPC – CASA, instaurado para identificar terceirização e/ou quarteirização dos serviços de transporte, qualidade destes serviços e identificação de veículos irregulares e condutores sem habilitação. No documento são requeridas, dentre outras medidas, notificações do gestor para apresentar contratos e aditivos de empresas que prestam serviço de transporte escolar no Estado, e das empresas para tomarem ciência da representação e apresentarem defesa, bem como designação de prazo à SEDUC para que apresente o plano de fiscalização do transporte escolar e seus responsáveis, e, ainda, que sejam oficiados os Ministérios Públicos Estadual e Federal, em razão de indícios da existência de crimes e de recursos federais envolvidos. A Seduc-AM informa que tem total interesse em colaborar com os órgãos de controle e apurar e identificar quaisquer irregularidades na execução do contrato nº 10/2019, relativo à prestação de serviço de transporte escolar e informou que já está em andamento o processo para realizar licitação para o serviço na capital e no interior do Estado. "Antes da manifestação do MPC, no último dia 7 de agosto, o secretário de Estado de Educação, Luiz Castro, por meio do memorando nº 38/2019, determinou a criação de uma comissão de sindicância dentro da secretaria para apurar denúncias já recebidas junto ao órgão. A comissão foi criada pela Secretaria Executiva Adjunta de Gestão da Seduc-AM com seis membros que receberam a função de apurar os fatos", diz o comunicado da Secretaria. A secretaria informou, ainda que a empresa já recebeu punição por ter sido detectada falha na prestação do serviço tendo sido glosado R$ 4,7 milhões no último pagamento realizado. As glosas efetuadas no mês de julho correspondem ao pagamento contratual referente aos meses de março, abril, junho e julho, conforme pode ser verificado no Portal da Transparência, e em agosto será realizada glosa referente aos meses de maio e agosto. O processo de nº 15475/2019 originou a redução do valor, uma vez que a mesma não cumpriu o que previa o contrato de 90 dias que foi prorrogado por mais 90 dias. "A Seduc-AM reduziu em 5,0997% o valor a ser pago para a empresa por constatar a contratação de somente 1.291 profissionais para atuar como monitores. O Projeto Básico previa a contratação de 1.487". Licitações Para substituir as contratações emergenciais realizadas no início do ano para não prejudicar o ano letivo, das quais a empresa Dantas Transporte Ltda faz parte, a Seduc-AM já encaminhou 11 processos licitatórios para a Comissão Geral de Licitação (CGL). O processo 24388/2018, que trata sobre a prestação de serviços para transporte escolar, precisou ser reajustado devido a mudança no sistema com a separação de oito lotes, sendo quatro terrestres e quatro fluviais. As mudanças foram necessárias uma vez que foi observada a necessidade de contratar empresas que atuem com excelência nos dois modais.
Proprietário de sítio é autuado em R$ 4 milhões por desmatar 27 hectares em área de preservação, no AM
Ipaam informou que 27,1682 hectares de floresta foram destruídos. Um proprietário de um sítio em Apuí, município no interior do Amazonas, foi multado em aproximadamente R$ 4 milhões por desmatamento ilegal. De acordo com o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), 27,1682 hectares de floresta de uma Área de Preservação Permanente (APP) foram destruídos ou danificados. As informações foram repassadas nesta sexta-feira (23). ERRATA: O G1 errou ao informar que a área desmatada era de 27 mil hectares. Na verdade, a área é de 27 hectares. A informação foi corrigida às 16h10 deste sábado, 24 de agosto de 2019. O sítio está situado no km 60 da BR-230 e a multa foi emitida por meio da nova metodologia geotecnológica utilizada pelo órgão, que permite autuar os responsáveis sem a necessidade de operação em campo. O Ipaam informou ainda que um segundo auto de infração foi emitido devido a destruição ou exploração de outros 769,95 hectares de floresta nativa de uma área de reserva legal. Além das multas, o proprietário do sítio deverá recolher ao Fundo Estadual de Meio Ambiente (Fema) mais de R$ 2,2 milhões referentes à reposição florestal. Ele terá um prazo de 20 dias para recolher o valor da multa e apresentar defesa. Ainda segundo o Ipaam, responsáveis por desmatar 99.869,8 hectares no Sul do Estado e na Região Metropolitana de Manaus (RMM) já foram identificados. Estado de emergência Desde o dia 2 de agosto, o Governo do Amazonas decretou situação de emergência na Região Sul do estado e na Região Metropolitana de Manaus devido impactos do desmatamento ilegal e queimadas. O decreto tem validade de 180 dias. Índices De 2013 a 2018, mais de 4,6 mil km² foram desmatados no Amazonas. A cidade de Lábrea é a quarta localidade em todo o Brasil com maior índice de desmatamento acumulado neste período - com 1,4 mil km².
Justiça Federal condena prefeito de Iranduba e ex-prefeito de Novo Airão, no AM, por improbidade
Decisão foi publicada nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial. A juíza federal do Amazonas Jaiza Fraxe condenou por atos de improbidade o prefeito de Itacoatiara, Antônio Peixoto de Oliveira, e o ex-prefeito de Novo Airão Aminadab Meira de Santana. Com a condenação, eles perderam os direitos políticos por oito anos, além de terem que devolver R$ 477,3 mil referente ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A decisão, que cabe recurso, foi publicada nesta sexta-feira (23) no Diário Oficial. O G1 entrou em contato com os condenados, mas não recebeu resposta até a publicação desta matéria. A decisão foi provada pela Justiça Federal por conta dos atos de improbidade. Agora, o Antônio tem a obrigação de ressarcir o dano causado ao FNDE, correspondente à quantia de R$206.376,50, acrescidas de juros de mora e atualizados monetariamente pelos índices do manual de orientação para os cálculos da Justiça Federal, a partir da data do repasse dos valores ao município até a data do efetivo recolhimento dos valores aos Cofres da União. Além de outra multa cível no valor de R$ 50 mil, Peixoto teve a suspensão de seus direitos políticos pelo prazo de oito anos. "Tendo em vista que revelou, na gestão do patrimônio público, não ter o necessário e imprescindível respeito aos princípios norteadores da administração pública e às normas de manuseio do dinheiro público", diz um trecho do auto. Já o ex-prefeito de Novo Airão terá que ressarcir o dano causado ao FNDE, correspondente à quantia de R$ 200.970,00, acrescida de juros de mora e atualizados monetariamente pelos índices do manual de orientação para os cálculos da Justiça Federal. Ele também terá que efetuar um pagamento de multa cível, no valor de R$ 20 mil.
Categorias

Zueira e Diversão

Grupos para WhatsApp de Zueira e Diversão

Namoro e Paquera

Grupos para WhatsApp de Namoro e Paquera

Músicas e Vídeos

Grupos para WhatsApp de Músicas e Vídeos

Fã clubes e Famosos

Grupos para WhatsApp de Fã clubes e Famosos

Vagas de empregos

Grupos para WhatsApp de Vagas de empregos

Eventos e festas

Grupos para WhatsApp de Eventos e festas

Livros, Estudos e etc

Grupos para WhatsApp de Livros, Estudos e etc

Carros e Motos

Grupos para WhatsApp de Carros e Motos

Vendas e Trocas

Grupos para WhatsApp de Vendas e Trocas

LGBT+

Grupos para WhatsApp de LGBT+

Outros

Grupos para WhatsApp de Outros

Jogos

Grupos para WhatsApp de Jogos

Religioso

Grupos para WhatsApp de Religioso