×
Grupo no Whatsapp Compartilhamento de grupos

Nome do grupo para WhatsApp:

Compartilhamento de grupos

Categoria do link de grupo para WhatsApp:

Divulgação

Infomações do grupo para WhatsApp:

Link de Grupo no WhatsApp postado em 25/02/2019;
158 visualizações;
Pontuação de 101pontos.

Descrição do grupo para WhatsApp:

Sejam bem vindo

Grupos para WhatsApp App Baixar

Grupos no WhatsApp relacionados:

?GRUPOS DE DANÇA??

?GRUPOS DE DANÇA??

GRUPO VOLTADO A INTEGRANTES QUE DANÇAM EM ALGUM GRUPO DE DANÇA... OBJETIVO: INTERAGIR, TROCAR IDEIAS E ATE SE AJUDAREM .. ESPERO Q SEJA UM ÓTIMO GRUPO ..POIS NAO TEM MUITOS GRUPOS DESSE GÊNERO

MARKETING COMMERCE G-OURO

MARKETING COMMERCE G-OURO

Adm leandro

TESTE GRÁTIS IPTV

TESTE GRÁTIS IPTV

GRUPO DESTINADO AOS INTERESSADOS EM TESTAR NOSSO SERVIÇO DE TV ONLINE ( IPTV ) OU SER NOSSO PARCEIRO REVENDEDOR

Divulgação de Grupos ?‍?

Divulgação de Grupos ?‍?

DIVULGAY Se você tem um grupo com Conteúdo LGBT+, vem divulgar seu grupo com a gente... PERMITIDO: ✅ INTERAGIR E CONVERSAR ✅ IMAGENS E VIDEOS ROMANTICOS ✅ MÚSICAS E VÍDEOS MUSICAIS ✅ URL DE INSTAGRAM E FACEBOOK ✅ LINKS DE GRUPOS À VONTADE PROIBIDO: ? CONTEÚDO PORNOGRÁFICO: NUDS/SEMINUDS, VIDEOS PORNÔ e outras publicações que contenham conteúdo explícito ( PRA ISSO EXISTE O *XVIDEOS.COM* SEU _ZÉ PUNHETINHA_ ) ? PROIBIDO MENOR DE 16 ANOS ? PROIBIDO NOTAS FAKE E CORRENTES, GRUPOS DE GORE, CP E FCC. (SE DIVULGAR... VOU MANDAR O N° PRO ATAQUE) ? GHOST/MOITA: (MEMBROS DECORATIVOS) SERÃO REMOVIDOS COM FREQUÊNCIA.

Prêmios Grátis

Prêmios Grátis

Taha

DIVULGAÇÃO DE CONTATO 2⃣

DIVULGAÇÃO DE CONTATO 2⃣

O grupo é de views não aceitamos pornografia nem desrespeito com algum membro do grupo seja ativo e ao entrar salve o número do adm

Últimas nóticias

Fontes: Logo do G1
Hemomar e Igreja Adventista do Sétimo Dia realizam ação para a coleta de sangue em Paço do Lumiar
A ação será realizada das 8h às 16h, na Escola Estadual Erasmo Dias, no bairro Maiobão. Meta é coletar 150 bolsas de sangue. O Centro de Hematologia do Maranhão (Hemomar) e a Igreja Adventista do Sétimo Dia no Maranhão promovem neste sábado (17) uma ação solidária para a coleta de bolsas de sangue. A ação será realizada das 8h às 16h, na Escola Estadual Erasmo Dias, no bairro Maiobão, no município de Paço do Lumiar, na Região Metropolitana da capital. A meta do projeto ‘Vida por Vidas’ é coletar 150 bolsas de sangue. Profissionais da Hemomar estarão no local dando todo suporte aos voluntários, que antes da doação precisam passar por um processo de triagem psicossocial e clínica. Para doar sangue é necessário estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50 kg, estar descansado e bem alimentado. De acordo com a coordenação da Igreja Adventista, até o fim do ano serão realizadas novas ações de coleta de sangue em parceria com a Hemomar. A próxima campanha será realizada entre os dias 13 e 14 de setembro no município de Itapecuru-Mirim, no dia 9 de novembro em São Luís e em 21 de dezembro em São José de Ribamar. A Hemomar explica que independente das campanhas realizadas por entidades em parceria, as doações de sangue podem ser realizadas em qualquer período do ano na sede do centro que fica localizado no bairro da Jordoa, em São Luís.
Enfermeiros e técnicos da rede pública de Saúde realizam protesto em São Luís
Categoria realizou manifestação na quinta-feira (15) na capital contra o aumenta da jornada de trabalho. Enfermeiros e técnicos da rede pública de Saúde do MA realizam protesto em São Luís Profissionais da capital e do interior do estado se concentraram na frente do Ministério Público do Trabalho para dar apoio as reivindicações da categoria e acompanhar a audiência. Eles são contrários a proposta do governo que quer aumentar a jornada de trabalho de 30 para até 44 horas semanais. A presidente do Sindicato dos Enfermeiros , Ana Léa, disse que a categoria reivindica também um número maior de profissionais nos postos de trabalho. Segundo ela, profissionais estão sendo demitidos e não está ocorrendo a substituição deles. "Isso implica que cada trabalhador deverá trabalhar 2,5 meses gratuitamente para o governo por ano. Vai prejudicar porque já tem um grande número de pacientes por trabalhador e se aumentar a jornada, o trabalhador ainda vai ficar sobrecarregado", explicou Ana Léa. A categoria conseguiu adiar a mudança, que passaria a valer já neste mês de agosto em todas as unidades de Saúde do estado. Enfermeiros e técnicos reclamam das demissões, que segundo a categoria, pode comprometer o funcionamento dos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). De acordo com a presidente do Sindicato dos Técnicos e Auxiliares de Enfermagem (Sindsaúde), Dulce Sarmento, os profissionais dizem que se a nova jornada for implantada, vai causar sobrecarga de trabalho. "Esses trabalhadores estão sendo demitidos através dessa contenção de despesas. Como é que vai ficar o atendimento na base? Já é altamente sacrificado com a política ruim do governo que vem entrando nesse país e só quem é penalizado é o profissional da saúde e a população" Não houve acordo na audiência entre os profissionais da enfermagem e o Ministério Público do Trabalho. Um novo encontro está marcado, também com representantes do governo do estado, para o dia 26. A Secretaria de Estado da Saúde (SES) disse que não há alteração na jornada de trabalho dos profissionais da enfermagem e informou que nenhuma medida adotada pelos institutos fere o contrato de trabalho assinado pela categoria e divulgado nos editais de seletivos e concurso público. A Secretaria afirmou ainda que a demissão de funcionários é pontual, sendo comum a contratação e desligamento de funcionários.
Comissão da Câmara adia votação de acordo que permite aos EUA lançar foguetes de base no MA
Relator leu parecer favorável à aprovação, mas foi concedido pedido de vista a fim de que os deputados tenham mais tempo para analisar o texto. A Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados adiou nesta terça-feira (13) a votação do acordo entre Brasil e Estados Unidos que permitirá aos norte-americanos fazer o lançamento de satélites e foguetes da base de Alcântara, no Maranhão. O relator, deputado Hildo Rocha (MDB-MA), fez a leitura do seu parecer, favorável à aprovação do acordo. Mas a oposição pediu vista (mais tempo para análise), o que postergou a votação. Pelo acordo, o território onde a base está localizada segue sob jurisdição do governo brasileiro. Em troca, o Brasil receberá recursos que poderão ser investidos no desenvolvimento e aperfeiçoamento do Programa Espacial Brasileiro. Pelo texto, o dinheiro não poderá ser usado na compra, produção, teste ou emprego de mísseis. O acordo de salvaguardas tecnológicas (AST) entre os dois países foi assinado em 18 de março, durante viagem do presidente Jair Bolsonaro a Washington. No texto, os Estados Unidos autorizam o Brasil a lançar foguetes e espaçonaves, nacionais ou estrangeiras, que tenham partes tecnológicas americanas. Atualmente, aproximadamente 80% dos equipamentos espaciais do mundo têm algum componente norte-americano. Sem o acordo com os Estados Unidos, o centro espacial comercial brasileiro não pode lançar qualquer tipo de objeto com conteúdo norte-americano, deixando o Brasil praticamente fora do mercado de lançamentos espaciais. O acordo precisa ser ratificado pelo Congresso Nacional, conforme determina a Constituição Federal. A Comissão de Relações Exteriores é a primeira etapa de tramitação do acordo no Parlamento. Se for aprovado pelo colegiado, precisará passar ainda por outras duas comissões: a de Ciência e Tecnologia e a de Constituição e Justiça (CCJ) antes de seguir para votação no plenário da Câmara. Depois, terá de ser apreciado pelo Senado. Brasil e EUA fecham acordo sobre uso da base de lançamentos de Alcântara, no Maranhão Soberania Pelo acordo, fica proibido o lançamento de mísseis da base de Alcântara. Será permitido somente o lançamento de equipamentos civis de países signatários do Regime de Controle de Tecnologia de Mísseis (MCTR). O MCTR tem como objetivo limitar a proliferação de mísseis e de tecnologia para a fabricação. Portanto, não só os EUA estarão aptos a operar na base. Países que utilizam a tecnologia norte-americana têm a possibilidade de aderir ao acordo. Sob o argumento de que o acordo pode ferir a soberania nacional, partidos de oposição como PT e PSOL tentaram obstruir a reunião para tentar atrasar a votação. O acordo deixa claro que só pessoas autorizadas pelos americanos podem ter acesso às áreas restritas. O Brasil até pode autorizar acesso nas chamadas “áreas controladas”, mas com aval dos americanos, que podem monitorar, inspecionar, acessar, acompanhar e controlar, de modo ininterrupto, o acesso aos veículos de lançamento dos Estados unidos. PT e PSOL receberam o apoio de outras legendas, como PSDB, PDT, PCdoB e Cidadania, que defendiam que havia um entendimento na comissão de que o acordo só seria votado após uma visita dos parlamentares à base, conforme requerimento já aprovado. No entanto, com os votos do PSL, DEM, PL, PRB, PTB, Podemos, Novo e Patriota, o relator, Hildo Rocha (MDB-MA), conseguiu inverter a pauta e colocar o acordo de Alcântara como o primeiro item. A deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC) explicou ser favorável à exploração comercial da base de Alcântara, mas disse ter dúvidas quanto aos termos do acordo. “Esse é um acordo que vem ao encontro dos interesses do país. É um acordo de estado, não é de governo”, afirmou o deputado José Rocha (PL-BA), um dos vice-líderes do governo na Câmara. Dirigindo-se a Eduardo Bolsonaro, Carlos Zarattini (PT-SP) afirmou que o deputado quer ser embaixador do Brasil em Washington e já ir "levando o acordo debaixo do braço". "Mas não temos essa pressa", disse o petista. Eduardo Bolsonaro apenas sorriu de volta. Em outro momento da comissão, Bolsonaro negou estar acelerando a votação do acordo. “Estamos é demorando demais. A maioria esmagadora já sabe como vai votar”, justificou.
Categorias

Amizades e Bate-papo

Grupos para WhatsApp de Amizades e Bate-papo

Zueira e Diversão

Grupos para WhatsApp de Zueira e Diversão

Músicas e Vídeos

Grupos para WhatsApp de Músicas e Vídeos

Fã clubes e Famosos

Grupos para WhatsApp de Fã clubes e Famosos

Vagas de empregos

Grupos para WhatsApp de Vagas de empregos

Esportes

Grupos para WhatsApp de Esportes

Livros, Estudos e etc

Grupos para WhatsApp de Livros, Estudos e etc

Vendas e Trocas

Grupos para WhatsApp de Vendas e Trocas

Animes

Grupos para WhatsApp de Animes

LGBT+

Grupos para WhatsApp de LGBT+

Outros

Grupos para WhatsApp de Outros

Jogos

Grupos para WhatsApp de Jogos

Tecnologia

Grupos para WhatsApp de Tecnologia