×
Grupo no Whatsapp S.A.D

Nome do grupo para WhatsApp:

S.A.D

Categoria do link de grupo para WhatsApp:

Zueira e Diversão

Infomações do grupo para WhatsApp:

Link de Grupo no WhatsApp postado em 14/03/2019;
89 visualizações;
Pontuação de 100pontos.

Descrição do grupo para WhatsApp:

Regras: Proibido Gore ou conteúdo contendo violência Proibido pedofilia,necrofilia, zoofilia,gorefilia,coprofilia Proibido blasfêmia contra qualquer tipo de religião ou crença Link do grupo: https://chat.whatsapp.com/Ck3O4t1FKHq5ab8Cd2rcAj

Grupos para WhatsApp App Baixar

Grupos no WhatsApp relacionados:

꧁ ༒ྀ ????? 404! ༒ྀ꧂

꧁ ༒ྀ ????? 404! ༒ྀ꧂

Grupo aberto para conversar sobre diversificados assuntos, no entanto é terminantemente proibido: ⚜ Divulgação de outros grupos ? ⚜ Pornografia ? ⚜ Apologia à drogas ilícitas ? ⚜ Floodar ? ⚜ Quaisquer tipos de propaganda ? ⚜ Chamar no privado *sem prévia permissão* ? ⚜ Correntes ? ⚜️ Compartilhamento de *quaisquer* tipos de links ? ⚜️ Apresentações ficam a seu critério.

Faça Q quiser

Faça Q quiser

Proibido números fake

Compartilhando alegria???

Compartilhando alegria???

Objetivo1eamizadesetc

MEMES 1.0

MEMES 1.0

Um grupo voltado para memes.??

SÓ ZuerAa

SÓ ZuerAa

Grupo de Zuera e Diversão só entre para Se divertir e n pra se iludir :3

{SMQ} SóMemesDeQualidade

{SMQ} SóMemesDeQualidade

Manda meme, figurinha, tudo que vocês quiserem. Menos pornografia, a gente é louco mas também é santo, acabei de criar o grupo então, entra ae pra fortalecer.

Últimas nóticias

Fonte: Logo do G1
Os truques do almoço grátis
A prática de dar ao cliente a chance de experimentar um produto de graça virou um novo negócio. Eu comento no Jornal da Globo que não existe almoço grátis. Confira o comentário abaixo: Um novo negócio: lojas onde os produtos são grátis
Preços do aluguel sobem 3,45% no 1º semestre, abaixo da inflação para o setor
Índice que corrige os contratos de locação foi de 4,38% para o período, enquanto IPCA foi de 2,23%. Os preços do aluguel de imóveis residenciais aumentaram 3,45% no primeiro semestre, abaixo da alta de 4,38% do IGP-M, o índice que corrige esses contratos no país, segundo dados divulgados nesta terça-feira (16) pela FipeZap. A inflação geral para o período, medida pelo IPCA, foi de 2,23%. Em junho, os valores subiram 0,35%, também abaixo do IGP-M (0,80%) e acima da inflação (0,01%). Nos últimos 12 meses, os preços do aluguel acumulam alta de 3,85%, enquanto o IGP-M para o período foi de 6,52% e a inflação geral, de 3,37%. Preço médio O preço médio para alugar um imóvel no país ficou em R$ 28,90 por metro quadrado entre as 25 cidades monitoradas pelo índice FipeZap. São Paulo continua sendo a capital mais cara para se morar de aluguel do país, com preço de R$ 38,50/m², seguida por Janeiro (R$ 30,64/m²) e Brasília (R$ 28,95/m²). Goiânia é a capital mais barata (R$ 16,54/m²), seguida por Fortaleza (R$ 16,63/m²) e Curitiba (R$ 19,02/m²). Os preços para comprar um imóvel no país subiram 0,29% de janeiro a junho. Vale a pena comprar para alugar? A rentabilidade média do aluguel anualizada, medida pela razão entre o preço médio de locação e o preço médio de venda dos imóveis, ficou em 4,60% em junho, acima dos 4,43% apurados em dezembro do ano passado. O indicador serve para avaliar a atratividade do mercado imobiliário em relação a outros investimentos.
Acordo vai acabar com cobrança de 'roaming' entre países do Mercosul, diz Anatel
Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai deverão fazer anúncio nesta quarta (17), na Cúpula do Mercosul, que acontece em Santa Fé, na Argentina. O Brasil vai assinar um acordo que prevê o fim da cobrança de "roaming" internacional em serviços de telecomunicação entre os países do Mercosul, afirmou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A decisão deverá ser anunciada em reunião dos países do bloco — Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai — na próxima quarta-feira (17) em Santa Fé, na Argentina. O acordo firmado pelo Mercosul com a União Europeia estabelece que os dois blocos cooperem para fornecer "serviços de roaming transparentes e com tarifas razoáveis". Acordo com União Europeia tira Mercosul de isolamento; ENTENDA Segundo a Anatel, o assunto estava sendo tratado nos últimos meses pela agência, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE). A agência afirmou que ainda não há um prazo para o acordo começar a valer. O acordo precisa ainda ser aprovado pelo Congresso. Procurado pelo G1 para comentar o caso, o Sinditelebrasil, sindicato que representa as operadoras de telefonia no país, não respondeu até a publicação desta reportagem. O "roaming" internacional é uma cobrança específica que acontece quando uma pessoa utiliza serviços móveis, como dados ou telefonia, fora da área de cobertura da operadora — o que geralmente fica restrito às fronteiras nacionais. Por exemplo, hoje uma ligação feita a partir da Argentina ou do Paraguai tem custos adicionais de roaming, a não ser que o usuário tenha pacotes específicos oferecidos pelas operadoras. Cúpula do Mercosul O presidente Jair Bolsonaro deverá participar da sessão plenária da Cúpula do Mercosul, no dia 18. Na ocasião, ele receberá o martelo que simboliza a presidência do grupo pelos próximos seis meses. O atual presidente do grupo é o chefe de Estado argentino, Maurício Macri. Daqui a seis meses, Bolsonaro deve passar o comando do bloco ao presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez. Também na reunião do bloco, os países do Mercosul devem assinar um acordo de “cooperação consular” em todo o mundo, que permitirá que, em caso de emergência ou dúvida, um cidadão brasileiro recorra, por exemplo, a um consulado argentino na Europa ou na Ásia. Os serviços consulares disponíveis nesses postos emprestados ainda terão de ser definido. Essas regras também terão de passar pelo Legislativo de todos os países do bloco, antes de entrarem em vigor. Segundo o governo brasileiro, os demais países do bloco econômico já disseram concordar com as regras propostas Outro tema da reunião será um acordo de integração migratória. Segundo fontes do Itamaraty, a ideia é compartilhar informações de segurança dos migrantes, como antecedentes criminais.
Naturgy apresenta embargos contra nova regulação de gás no RJ, diz Abegás
Em junho, o governo aprovou resolução para abrir mercado de gás natural; associação que reúne as distribuidoras defende a revisão de pontos da proposta. A espanhola Naturgy, responsável pela distribuição de gás canalizado do Rio de Janeiro, apresentou à agência reguladora do Estado embargos contra uma reforma no mercado de gás natural colocada em curso pelo governo estadual, afirmou nesta segunda-feira (15) diretor da associação que reúne as distribuidoras no Brasil. A reforma, que foi aprovada há cerca de um mês pela Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa), está alinhada com planos ambiciosos do governo federal para a criação de um ambiente mais competitivo para o segmento de gás no Brasil. Governo aprova resolução para abrir mercado do gás natural Medida tenta reduzir preço do gás natural; ENTENDA O movimento da Naturgy, contudo, ilustra alguns dos desafios que deverão ser enfrentados pelos governos que buscam a participação de mais agentes no setor de distribuição. Em deliberação, a reguladora estadual havia aprovado a redução do volume mínimo necessário para a caracterização de consumidor livre, criou regras para auto produtores e auto importadores e deu mais autonomia para a construção de gasodutos por terceiros. No entanto, as medidas dependem de um aditivo ao contrato da Naturgy, que vence apenas em sete anos, para que possam valer, segundo avaliação da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás). A associação vê distorções nas novas regras e acredita que elas poderiam prejudicar a atuação da distribuidora. "Essa regulação não para de pé", disse o diretor de Estratégia e Mercado da Abegás, Marcelo Mendonça. Ele evitou entrar em detalhes sobre os pontos questionados pela Naturgy. A espanhola não respondeu imediatamente aos pedidos de comentários. Para a Abegás, dentre as questões que precisam ser revistas está uma regra que permite que empresas construam seu próprio gasoduto, sem a participação da distribuidora, e ainda possam atender a outros mercados com ele. O diretor também criticou a criação de múltiplas tarifas para um mesmo serviço. Mendonça destacou ainda uma falta de clareza em alguns pontos da proposta da Agenersa, como a previsão de redução de tarifa para o segmento térmico sem que sejam explicados como essa diminuição se dará. "Criou mais confusão no mercado. Cria uma proposta que remete a um contrato de concessão. Por que então não vamos negociar o contrato de concessão, acordar o que tem que ser feito e depois faz uma regulação?", questionou Mendonça. A expectativa da Abegás é que a Agenersa se posicione sobre os embargos apresentados na próxima reunião do órgão, marcada para 30 de julho. O diretor da Abegás não descarta que a questão acabe judicializada, caso Naturgy e Agenersa não entrem em um entendimento.
Balança comercial registra superávit de US$ 696 milhões na segunda semana de julho
Houve no período US$ 4,226 bilhões em exportações e US$ 3,531 bilhões em importações. No acumulado do mês, o resultado da balança foi um superávit de US$ 1,819 bilhão. A balança comercial brasileira teve superávit de US$ 696 milhões na segunda semana de julho, segundo informou nesta segunda-feira (15) o Ministério da Economia. O superávit é registrado quando as exportações superam as importações, gerando saldo positivo para o Brasil. Quando o contrário acontece, registra-se um déficit. De acordo com o Ministério da Economia, na segunda semana do mês as exportações somaram US$ 4,226 bilhões, uma queda de 2,63% em relação ao mesmo período de 2018. Já as importações totalizaram US$ 3,531 bilhões, o mesmo valor registrado no período em 2018. No mês, a balança registra superávit de US$ 1,819 bilhão, decorrente de US$ 8,766 bilhões em exportações e US$ 6,947 bilhões em importações. Exportações Segundo os dados do Ministério da Economia, a média diária das exportações da segunda semana do mês foi 6,9% abaixo da média registrada na primeira semana do mês. Essa queda decorreu, principalmente, da redução de 49,6% nas exportações de semimanufaturados e da queda de 11,2% na venda de produtos manufaturados. Já a exportação de produtos básicos cresceu 10,3%, com destaque para petróleo em bruto, minério de manganês, milho, soja e minério de ferro. Importações A média diária das importações da segunda semana de julho cresceu 3,4% em relação à média da primeira semana do mês. O resultado é explicado, principalmente, pelo aumento nos gastos com combustíveis e lubrificantes, equipamentos mecânicos, químicos orgânicos e inorgânicos, instrumentos médicos de ótima e precisão, cobre e obras.
Colômbia criará fundo para socorrer cafeicultores por preços baixos
País é o terceiro maior produtor do mundo, atrás apenas de Brasil e Vietnã. A Colômbia, maior fornecedora mundial de café arábica lavado, está criando um fundo especial para subsidiar cafeicultores quando os preços internacionais caírem abaixo dos custos de produção. O fundo de estabilização, anunciado pelo presidente Iván Duque na última quinta-feira (12), é a mais recente aposta do país para ajudar os agricultores que enfrentam dificuldades, já que os preços do café atingiram seu menor nível em mais de uma década, com muitos dos produtores operando com prejuízos. A crise global dos preços levou vários deles a deixarem o negócio, com potenciais implicações generalizadas na Colômbia, onde o café é a principal alternativa ao cultivo de coca, planta utilizada para a produção de cocaína em regiões controladas por rebeldes. A Colômbia é a terceira maior produtora de café do mundo, atrás apenas de Brasil e Vietnã. Ainda não foi esclarecido qual o valor que será colocado no fundo de estabilização, mas o gabinete de Duque afirmou que ele será mantido por um mix de fontes, incluindo o orçamento geral, títulos de dívidas estatais, receitas de royalties e contribuições de organizações internacionais e outros. O governo Duque já distribuiu US$ 79,5 milhões de dólares em subsídios, alívio de dívidas e fundos para a renovação dos plantios nos últimos meses. Nesta semana, em um fórum do setor no Brasil, a Colômbia propôs que nações produtoras unam forças para impor limites de oferta e alavancar os preços.
Agricultores italianos se opõem a acordo UE-Mercosul, afirma ministro
Segundo ele, governo italiano vai se opor ao acordo, que precisa ser aprovado pela maioria dos países da UE para valer. O setor agrícola italiano se opõe fortemente ao acordo da União Europeia com o Mercosul, disse o ministro italiano da Agricultura, Gian Marco Centinaio, nesta segunda-feira (15). "Expressamos uma forte preocupação", afirmou Centinaio a repórteres em Bruxelas. Segundo ele, o governo italiano vai se opor ao acordo, que exige o voto da maioria dos países da UE para ser aprovado (veja próximos passos). O ministro disse que o acordo é como uma "arma apontada para a cabeça" do setor agrícola italiano, já que não oferece garantias. "Haverá uma invasão de produtos", avaliou Centinaio, que é um aliado próximo do vice-primeiro-ministro de extrema-direita, Matteo Salvini. Partido Verde e agricultores alemães querem bloquear acordo UE-Mercosul Na França, acordo enfrenta oposição e protestos de agricultores, ambientalistas e até ministros Comissário de Agricultura europeu garante que importações do Mercosul vão respeitar padrões alimentares
Mercado estima redução de crescimento do PIB e eleva previsão de inflação para 2019
Relatório Focus divulgado pelo Banco Central aponta queda no crescimento da economia em 2019 de 0,82% para 0,81%. É a 20ª semana seguida de corte na previsão do PIB. Os analistas do mercado financeiro reduziram pela 20ª semana consecutiva a previsão de crescimento da economia em 2019, segundo dados divulgados pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira (15). Os analistas ouvidos pelo BC também elevaram a previsão de inflação. Segundo dados do relatório, conhecido como relatório Focus, a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 passou de 0,82% para 0,81% e a de inflação passou de 3,80% para 3,82%. O relatório Focus é resultado de levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras. A estimativa do mercado está igual à previsão oficial do governo. Na sexta-feira (12), o Ministério da Economia reduziu a previsão de crescimento para o ano de 1,6% para 0,81%. Para 2020 a previsão de crescimento do PIB caiu de 2,5% para 2,2%. Já a previsão de inflação para 2019 foi revisada de 4,1% para 3,8%. 2020 e 2021 Os economistas dos bancos também reduziram suas previsões de crescimento do PIB para 2020, que passou de 2,20% para 2,10%. A previsão de inflação para o próximo ano também caiu de 3,91% para 3,90%. Já para 2021 a previsão de crescimento do PIB foi mantida em 2,5% com uma inflação de 3,75%. Taxa de juros Na última semana, os analistas do mercado financeiro mantiveram previsão da Selic para o final de 2019. Segundo dados do boletim, os economistas esperam que a taxa básica de juros encerre o ano em 5,50%. Para o fim de 2020, a estimativa do mercado financeiro para a Selic se manteve em 6% ao ano. Outras estimativas Dólar - Os analistas ouvidos pelo relatório Focus não mexeram na projeção da taxa de câmbio para o fim de 2019, que ficou estável em R$ 3,80 por dólar pela sétima semana consecutiva. A previsão do dólar para o fechamento de 2020 também não foi alterada ficando em R$ 3,80. Já a previsão para 2021 caiu de R$ 3,84 para R$ 3,81. Balança comercial - Para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), em 2019, os analistas aumentaram a previsão de superávit de US$ 51,5 bilhões para US$ 52 bilhões. Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado passou de US$ 46,4 bilhões para US$ 46,6 bilhões. Investimento estrangeiro - A previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil, em 2019, ficou estável em US$ 85 bilhões. Para 2020, a estimativa dos analistas subiu de US$ 84,68 bilhões para US$ 85,56 bilhões.
Após quatro meses em queda, atividade econômica volta a subir em maio, indica BC
Índice de atividade econômica do BC foi criado para tentar antecipar resultado do PIB. Em maio, o índice conhecido como 'prévia do PIB' registrou alta de 0,54%. IBC-BR registra alta de 0,54% em maio Após quatro quedas consecutivas, o nível de atividade da economia brasileira registrou uma leve alta em maio, na comparação com o mês de abril, de acordo com os números divulgados pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira (15). Segundo a instituição, o chamado Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) registrou uma alta de 0,54% neste período. O número foi calculado com "ajuste sazonal", uma "compensação" para comparar períodos diferentes de um ano. O IBC-Br, do Banco Central, é um indicador criado para tentar antecipar o resultado do Produto Interno Bruto (PIB), que é calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com maio de 2018, houve uma alta de 3,06% na atividade econômica. Na parcial do ano, foi registrada uma alta de 0,94% e, em 12 meses até maio, um crescimento de 1,31%. Esses valores foram calculados sem ajuste sazonal, pois consideram períodos iguais. Novas previsões Na semana passada, o Ministério da Economia reduziu sua previsão de crescimento para o ano de 1,6% para 0,81%. Para 2020 a previsão de crescimento do PIB caiu de 2,5% para 2,2%. PIB X IBC-Br O IBC-Br foi criado para tentar antecipar o resultado do PIB, que é divulgado pelo IBGE. Os resultados do IBC-Br, porém, nem sempre mostraram proximidade com os dados oficiais do PIB. O cálculo dos dois é um pouco diferente – o índice do BC incorpora estimativas para a agropecuária, a indústria e o setor de serviços, além dos impostos. O IBC-Br é uma das ferramentas usadas pelo BC para definir a taxa básica de juros do país. Com o menor crescimento da economia, por exemplo, teoricamente haveria menos pressão inflacionária.
Categorias

Amizades e Bate-papo

Grupos para WhatsApp de Amizades e Bate-papo

Zueira e Diversão

Grupos para WhatsApp de Zueira e Diversão

Namoro e Paquera

Grupos para WhatsApp de Namoro e Paquera

Músicas e Vídeos

Grupos para WhatsApp de Músicas e Vídeos

Fã clubes e Famosos

Grupos para WhatsApp de Fã clubes e Famosos

Series e Filmes

Grupos para WhatsApp de Series e Filmes

Vagas de empregos

Grupos para WhatsApp de Vagas de empregos

Eventos e festas

Grupos para WhatsApp de Eventos e festas

Livros, Estudos e etc

Grupos para WhatsApp de Livros, Estudos e etc

Carros e Motos

Grupos para WhatsApp de Carros e Motos

Todo o Brasil

Grupos para WhatsApp de Todo o Brasil

Vendas e Trocas

Grupos para WhatsApp de Vendas e Trocas

Animes

Grupos para WhatsApp de Animes

Outros

Grupos para WhatsApp de Outros

Religioso

Grupos para WhatsApp de Religioso

Tecnologia

Grupos para WhatsApp de Tecnologia